•  
     

Darwin Awards - Prêmio Para as Mortes mais Estúpidas.



Darwin Awards

Imagem

O Darwin Awards é uma premiação internacional cujo principal objetivo é saudar a evolução da éspécie humana honrando aqueles que acidentalmente se matam de maneira estúpida comprovando que a seleção natural existe.

Foi com este intuito que Wendy "Darwin" Northcutt criou o website oficial do Darwin Awards, onde são catalogados todos os vencedores do prêmio desde 1995. Só para que entenda, selecionamos, traduzimos e resumimos alguns casos de morte acidental mais do que estúpidas lá catalogadas.

Bomba na hora errada: um grupo de terroristas palestinos confundiu o cronômetro dos explosivos que transportavam e, sem perceber a burrada, morreram quando o carro bomba que dirigiam explodiu com eles dentro. (Israel, 1999)

Caminhão bomba: O brasileiro Manoel Messias Batista Coelho era responsável pela limpeza interna de tanques de caminhões de gasolina. Parte do procedimento consiste em encher o tanque com água, para forçar a saída do vapor inflamável do veículo. Depois de iniciar o processo o empregado retornou e, na dúvida, iluminou o interior do tanque com um isqueiro para ver o nível de água. Na hora o caminhão explodiu, limando sua existência em segundos. (Brasil, 2003)

[b]Carro a jato:[/b] um sargento da força aérea americana instalou em seu Chevy Impala 1967 uma turbina a jato utilizada para dar maior impulsão em caças militares. Com o aparato indevidamente instalado, o oficial rumou para o deserto do Arizona e ligou a turbina. Moral: o carro explodiu após praticamente voar pela estrada, mandando o tal sargento pelos ares. Reza a lenda que o adesivo "Como estou dirigindo?" foi encontrado entre os destroços do veículo. (Estados Unidos, 1995)

Lugar e hora errada: um assaltante novato tentou roubar uma loja de armas portando apenas uma Beretta 22. Além de não se ater a este detalhe, ele ainda foi capaz de ignorar o carro patrulha que estava estacionado do outro lado da rua. Após disparar um tiro o infeliz foi praticamente fuzilado pelos policias, pelo dono da loja e por todos os clientes que ali estavam. Ninguém se feriu além do ______ coitado, é lógico. (Estados Unidos, 1990)

Na linha do trem: durante a madrugada um homem teve de parar seu carro após o mesmo quebrar na estrada. Preocupado ele desceu e, caminhando pelas redondezas, ligou para pedir que alguém lhe ajudasse. O problema foi que o cidadão tapou a orelha que não estava encostada no celular com a mão para melhor ouvir a ligação, e não ouviu o trem se aproximar dele, que estava parado em cima dos trilhos. (Estados Unidos, 2002)

Perseguidor implacável: um rapaz dirigia seu carro quando ouviu as sirenes de uma viatura policial pedindo que ele parasse. Sem pestanejar o jovem acelerou e iniciou uma perseguição por uma rodovia do estado do Colorado. Ainda dirigindo ele sacou uma arma e apontou-a para trás, sem poder virar para observar exatamente onde estava a polícia, afinal, ele estava dirigindo em alta velocidade. Dos quatro tiros disparados dados sobre o seu ombro um acertou sua cabeça, encerrando a perseguição e deixando os guardas de "boca aberta". (Estados Unidos, 2002)

Roleta russa da pesada: três amigos bebiam num boteco quando um deles voltou com uma mina terrestre anti-tanque, que estava em seu quintal por mais de 25 anos. Com o artefato na mesa o trio passou a jogar roleta russa, tomando um trago de bebida e posteriormente batendo na mina. Minutos depois e "boom": não sobrou nem pedaço dos amigos pra contar história. (Camboja, 1999)

Vasectomia natural: um assaltante inglês entrou no supermercado e roubou duas lagostas vivas para comer. O problema foi que ele escondeu os animais dentro de suas calças. Não é necessário dizer que os crustáceos utilizaram suas garras para acertar seu genital e impedi-lo de sair da loja consciente. Este é um dos raros casos onde o vencedor do prêmio não morreu, mas mesmo assim extinguiu seus genes (uiii!). (Inglaterra, 2000)

Estas são algumas, mas essas e outras histórias podem ser lidas (em Inglês) no website oficial do Darwin Awards.http://www.darwinawards.com/ Lá é possível entrar em contato e enviar alguma história que você creia digna de concorrer ao prêmio.
 


teve uma historia de um cara que tava fazendo sexo com a mulher adivinha
esse homen tinha um pinto de 2 cm a mulher pensou que era uma formiga bem grande e mordeu e o cara morreu
 


O *ativista* italiano VITTORIO ARRIGONI que se prestava a escudo hunamo do HAMAS. foi torturado e executado por um grupo ainda mais radical. ( Revista Veja, pg.82, 27 de Abril de 2011)
Página inicial