•  
     

WWE SmackDown! vs. Raw 2009

Mais uma ano, mais um SmackDown! vs. Raw. Comparativamente com a versão do ano passado, a diferença mais relevante que WWE SmackDown! vs. Raw 2009 introduz é a troca do modo 24/7 por um modo que simula a nossa carreira enquanto lutador de wrestling e o modo Road to Wrestlemania.

Debrucemo-nos por enquanto na primeira novidade, o modo carreira. Aqui poderão escolher uma estrela com créditos firmados na modalidade ou criar um lutador à vossa imagem e semelhança e, obviamente, ir lutando até chegarem ao tão almejado cinto dourado. Com cada combate ganho adquirem também estrelas que, quando perfizerem um determinado número, desbloqueiam um combate para tentar conquistar o título. Convém ainda mencionar que a atribuição das estrelas tem três pontos de avaliação: o resultado propriamente dito, a parte técnica e o espectáculo. Singrem em todos os aspectos e podem ganhar até cinco estrelas por combate.

Já Road to Wrestlemania assenta em seis vectores que representam lutadores consagrados. Encarnando glórias do desporto terão que ganhar alguns combates para atingir o estrelato absoluto. Este é também o modo em que os seguidores da modalidade irão vibrar mais com as cenas extra-ringue que tanto a caracterizam. Quem não for muito adepto de toda a componente cénica, provavelmente regurgitará com toda aquela arte circense. Ainda assim, contando com a vocalização das verdadeiras estrelas e com os seus movimentos de marca, há que tirar o chapéu à produtora do jogo, a Yuke's, por ter conseguido retratar no videojogo aquilo que estamos mais acostumados a ver na televisão.

Antes de subirmos para dentro do ringue estamos perante a componente do jogo que mais diversão traz, falo do editor de personagens. Pensem num aspecto que querem mudar na vossa personagem e a versão deste ano de SmackDown! tem. Cabelo, barba, estatura, tatuagens, mascaras, brincos, piercings, enfim, criar a nossa personagem é quase um jogo dentro do próprio jogo. Quando tiverem o aspecto criado a vosso bel-prazer ainda não está na hora de competir. Antes, têm ainda que programar a entrada. Também aqui as opções são infindáveis, gestos, festejos, pirotecnia, tudo foi pensado até ao mais ínfimo pormenor. A música que vos acompanha pode ser carregada de uma fonte externa ao jogo, portanto, se tiverem o disco rígido da consola apinhado de temas é só escolher a que melhor se enquadra. Scars on Broadway ou Just Girls, a escolha será sempre de quem estiver a jogar. Quando tiverem gasto horas a preparar o combate é altura de planear o final do mesmo. Usando a novidade Create A Finisher, poderão engendrar a melhor maneira de criar o movimento que acabará com o combate. O número máximo de golpes que podem ser encadeados ascende à dezena, portanto, nunca um combate foi terminado de uma maneira tão vistosa.

WWESmackDownvsRaw2009.jpg


Dentro do ringue, onde está o cerne de todo o jogo, os processos de jogabilidade ainda não estão tão polidos quanto o desejado. Se é verdade que a inteligência artificial está melhor face ao que nos foi apresentado no ano passado, não é menos verdade que ainda há ali falhas que necessitam de uma revisão profunda. Sendo mais específico, é impensável que o jogo ainda tenha bastantes inconsistências na detecção de objectos, nomeadamente, os cantos do ringue ou quando jogado em Tag Team, onde o nosso próprio parceiro tem que se abordado várias vezes até conseguirmos que ele entre em cena.

Outro dos pontos menos conseguidos é a animação das personagens. Mesmo John Cena, Undertaker e os mais mediáticos sofrem do que parece ser um mal comum proveniente do motor de jogo. Ora, não é preciso ser-se muito letrado na matéria para se perceber que se juntarmos animações anárquicas com um sistema de detecção tosco, temos uma dicotomia bipolar entre a fluidez e o emperrar das partes que fazem o espectáculo. Felizmente, encontrámos um sistema de combate menos intrincado e com os movimentos de marca de cada lutador. Em vez de serem forçados a premir todos os botões ao mesmo tempo, este ano as capacidades de luta dependem mais da destreza de cada um e menos do acaso. Se estiverem a jogar com um lutador da vossa autoria não desanimem, pois este pode aprender as "assinaturas" das estrelas.

Quando se fartarem dos modos a solo, podem sempre desancar três amigos localmente ou ligar a consola à internet. Podem utilizar lutadores de SmackDown, Raw, ECW ou as vossas criações. E se localmente existe a possibilidade de espancar quem está sentado ao vosso lado por estarem a perder no jogo, no online existe a possibilidade quem nos dá uma sova é a constante latência, que fez soluçar as nossas partidas. Mais uma vez, fora do ringue é que está a maior diversão do jogo. Dando uso à opção WWE Highlight Reel, podem gravar segmentos dos encontros, editá-los com uma aplicação completíssima e disponibilizá-los para a restante comunidade ver e pontuar.

Graficamente, WWE SmackDown! vs. Raw 2009 é insosso. A modelagem das personagens continua numa fasquia mediana, o que vem denunciar ainda mais a má animação das mesmas. Se atingirem o número máximo de camadas disponíveis na criação do vosso lutador, então preparem-se para ver algumas texturas começarem a ficar misturadas com o ringue e para terem alguma dificuldade em achar o espectáculo belo. Como não poderia deixar de ser, a audiência mantém-se representada apenas até à quarta fila de cadeiras. Daí para trás a pixelização é tanta que não temos dificuldade em contar os pixéis que compõe cada membro da audiência. Salva-se o desenho das várias arenas em que terão que combater. Infelizmente, durante os combates a câmara não permite uma visão muito alargada, centrando-se nos pontos negativos que referi até aqui.

Tal como já tínhamos dito, a vocalização está a cargo das principais estrelas da companhia, o que traz alguma autenticidade ao jogo. Os comentários não abundam e quando aparecem não trazem nada de verdadeiramente relevante às partidas, para além de constatar o óbvio. As músicas que acompanham o jogo têm uma óptima característica: poderem ser passadas à frente antes de terem acabado. Todas soam a Rock / Metal enlatado e genérico.

WWE SmackDown! vs. Raw 2009 foi alvo de algumas melhorias. Porém, as de maior monta são para ser apreciadas fora do ringue, seja a produzir o nosso lutador, a sua entrada ou a sua saída. Dentro do ringue nota-se que a jogabilidade esforça-se por ser mais simples que nas entregas passadas, contudo, um sistema de detecção defeituoso e uma inteligência artificial intermitente (mesmo nos combates com um grau de dificuldade mais rigoroso) atiram este jogo para o campo do razoável.

WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg
 
WWESmackDownvsRaw2009.jpg


WWESmackDownvsRaw2009.jpg