•  
     

WCG: um supercomputador a favor da humanidade

Você conhece a World Community Grid? Pô. eu também não conhecia. Mas, graças à Goretti Ramos, do blog Du Ambiente, que comentou aqui no Metablog ontem, fui atrás do projeto. Daí descobri que a IBM está fazendo um projeto para criar o maior computador público do mundo para realizar pesquisas científicas que beneficiem a humanidade. Mas isso não é tudo: o melhor é você entender COMO ele funciona.

Tá, Caio, e como ele funciona? Cara, senta aí. O software criado pela IBM utiliza o tempo ocioso do SEU Computador para realizar projeções e cálculos, dividindo assim o seu trabalho com milhares de computadores espalhados pelo mundo. Tudo o que você precisa fazer é baixar o arquivo do WCG no site oficial e instalar. Depois disso, cada vez que você usar o seu computador, o software será habilitado e irá usar aquilo que está parado. Por exemplo, se você está usando somente 50% do PC, o WCG vai usar o resto.

Ah, e se você acha que é tudo uma baboseira e que o WCG só é mais um software para alguém controlar tua vida, se liga nos resultados:

Varíola
O primeiro projeto lançado foi patrocinado pela IBM em conjunto com diversos outros participantes. Ele ajudou a analisar o potencial de candidatos à drogas para terapia do vírus da varíola. 35 milhões de moléculas com potencial de ação foram processadas, resultando em 44 tratamentos potenciais.

Human Proteome Folding Project
O primeiro projeto de maior efeito lançado foi o Human Proteome Folding Project, ou HPF1, que visava predizer a estrutura de proteínas humanas. Desenvolvido por Richard Bonneau no Institute for Systems Biology, o projeto utilizou o World Community Grid para produzir estruturas utilizando o software Rosetta. A partir deste resultados, os pesquisadores esperam ajudar no entendimento das proteínas humanas e seu funcionamento no organismo (o que é de vital importância para a cura de inúmeras doenças). O trabalho neste projeto foi oficialmente concluído em 18 de Julho de 2006.

Genome Comparison
Projeto da Fiocruz do Rio de Janeiro lançado em 21 de novembro de 2006. Este projeto brasileiro visa comparar sequências de DNA e buscar por semelhanças entre elas. Os cientistas esperam descobrir com isso genes com uma mesma função e utilizá-los no tratamento de numerosas doenças.


Além dos concluídos, ainda existem quatro outros projetos ativos. O lance é: será que o WCG é seguro? Assim, não é todo dia que a gente instala alguma coisa em nosso PQ sabendo que outra pessoa irá usar, né?

Fonte: http://colunistas.ig.com.br/metablog/20 ... umanidade/