•  
     

Veja dicas para não ser enganado na hora de levar o computad

Saiba como fugir de armadilhas e gastar menos com manutenção.
Você também pode deixar suas perguntas na caixa de comentários.


Muitas pessoas têm receio de que são enganadas sempre que levam seus carros ao mecânico. Nomes técnicos complexos, orçamentos confusos marcam estes momentos.

A mesma regra vale para o mundo dos eletrônicos, principalmente computadores. Sempre que eles apresentam problemas, a maioria dos usuários fica com expressão de interrogação, e ao levar para a assistência técnica, fica a dúvida: estou sendo enganado? Nem sempre é possível responder esta questão, mas vou dar algumas dicas para evitar ser enganado na hora do aperto.

Para começar, quero frisar que, como em todas as profissões, existem profissionais honestos e trabalham de forma correta e justa. Existe uma pequena parcela, mal intencionada, que usa da falta de conhecimento das pessoas para tirar vantagem.



Quanto mais informada for a sociedade, sobre os mais variados temas, menor a chances destas pessoas conseguirem sucesso em suas investidas. O propósito desta coluna, desde seu surgimento foi sempre este, levar informação para que as pessoas possam conhecer mais e melhor o mundo da tecnologia.

Vou listar algumas dicas, importantes para evitar se enganado quando necessitar de assistência técnica em seu computador.

Conheça sua máquina

É importante conhecer o seu computador, ter em mãos um inventário dos componentes físicos dele. Assim, pode saber se o que o técnico diz que trocou foi mesmo trocado, e se, eventualmente nada além do combinado foi removido da máquina.



Um meio de conhecer a máquina, é usar um programa que faça o inventário de componentes. Um dos softwares mais usados para esta função é o WinAudit, que permite salvar um inventário completo do PC. Você pode encontrá-lo no Baixatudo, basta seguir este link.

Vamos ver como fazer isto

Não é necessário instalar o programa. Logo após baixá-lo para seu computador, basta abrir o executável, que o programa irá levar alguns segundo para diagnosticar os itens de hardware e software do computador, exibindo na seqüência uma lista completa.

Por ser completa, a análise pode ficar confusa a maioria das pessoas, por isso, é recomendável limitar um pouco seu escopo, deixando apenas o que é importante. Para tal, após a conclusão da análise inicial, realizada automaticamente pelo programa, clique no botão opções. Deixe marcados os itens: Sistema Operacional, Periféricos, Dispositivos de Hardware, Capacidade de Exibição, Adaptadores de Exibição, Versão da BIOS, Processadores, Memória e Discos Físicos.

Feito isso, conclua as alterações e clique no botão auditar. O programa irá realizar uma nova análise do PC, deixando apenas os itens que interessam.
Pronto, o inventário do PC está feito. Usando o botão salvar, é possível gravar um arquivo no formato HTML, que é aberto por qualquer navegador, e também é possível imprimir direto do programa.

Mas, que itens são relevantes? O que devo prestar a atenção?

Peças como a placa mãe, o HD, unidades de CD/DVD, memórias, processadores, placas de vídeo e som podem ser trocados à revelia do que foi acertado com a assistência.

O programa mostra informações sobre o modelo, fabricante e número de série de cada uma destas peças, basta comparar os dados antes e depois da manutenção, se, por exemplo, um pente de memória mudou. Se este item não fazia parte do orçamento, você pode reclamar com a assistência, já que uma troca indevida de peça foi realizada.

Orçamento, sempre

Sempre peça um orçamento, detalhando o defeito, e que peças eventualmente precisarão ser substituídas. O orçamento deve conter o valor da mão de obra e prazo para realização do trabalho. Também é importante verificar se o orçamento contém as formas de pagamento.

Consultar preços

Claro que diante de um problema e o computador sendo ferramenta imprescindível de trabalho para muitas pessoas, ficar uns dias a mais sem PC para ter ao menos dois orçamentos pode não ser viável, contudo é importante sempre ter em mãos uma segunda opinião.



Lembre-se: o mais barato nem sempre é a melhor opção, o que vale é avaliar os laudos e ver aquele que parece ser mais coerente.

Informações pessoais

Os computadores pessoais estão recheados de arquivos pessoais, e nem sempre é possível remover coisas secretas do PC antes de enviá-lo para a manutenção, é prudente pedir à assistência um termo de confidencialidade, que garante de que seus dados pessoais não serão copiados sem sua anuência, garantido assim sua privacidade.

Indicação é um caminho

Caso conheça alguém da área, esta pessoal pode ser uma boa referência para indicar uma assistência técnica ou mesmo um técnico particular que pode avaliar o problema. Mesmo em uma conversa breve, este conhecido tem como emitir uma opinião superficial do problema, que serve de baliza para os orçamentos que serão apresentados pelas empresas especializadas.

Se seus contatos no mundo da TI - tecnologia da informação - não souberem ajudar, não os culpe. Existem muitos profissionais que não entendem nada de hardware, isso não é um erro ou falha do profissional.



Assim com em medicina, que existe uma formação básica, e uma vasta gama de especialidades que o profissional pode seguir, o mesmo ocorre com TI. Um ortopedista não vai saber responder completamente uma questão a ser tratada com um neurologista, mesmo ambos sendo médicos.

Pesquise as assistências técnicas

A internet é uma fonte inesgotável de informações sobre todo tipo de coisa. Convém realizar uma busca pelo nome da assistência, assim pode coletar dados sobre aquele estabelecimento.

Esta regra também vale na hora de encontrar um lugar para levar o computador. Acredito que neste item mora a maior dúvida das pessoas. Onde vou levar meu PC? Como pesquisar uma assistência?

O primeiro lugar onde você deve pesquisar uma assistência técnica é com o fabricante do PC ou dos componentes. Geralmente os equipamentos acompanham manuais e junto a eles, há uma lista de locais para assistência.



Caso não tenha este guia, é prudente entrar em contato com a loja que realizou a venda, por mais que eles não prestem assistência, o que é o caso de grandes redes varejistas que atualmente encabeçam a venda de computadores, certamente têm uma lista de empresas que prestam este serviço.

Dicas para não ser enganado

Foi-se o tempo em que vírus danificavam itens de hardware. É muito raro ocorrer dano físico na máquina. O que a assistência vai fazer é realizar rotinas de varredura e remoção de pragas virtuais e o custo estará centrado na hora de trabalho do profissional. Mas, eventualmente, há necessidade de troca de peças.

Um componente que tem um índice elevado de problemas, devido a uma série de fatores, são as fontes de alimentação. Ela pode vir a queimar por estar ligada a uma rede elétrica deficitária e não aterrada, ou mesmo por grandes variações de voltagem ocasionada por raios e afins.

A fonte queimando o PC para de funcionar na hora, e basta cheirar próximo a ela para sentir o odor de queimado, nestes casos, geralmente basta trocá-la, que o PC volta a operar normalmente.

Há casos em que a fonte fica desregulada, passando voltagem errada para dentro do PC. Alguns fabricantes, como a Asus, disponibilizam software que monitoram a voltagem que chega em cada componente, alertando caso não esteja dentro de uma margem segura para a operação do PC. Estes softwares de monitoração acompanham a placa mãe, e vem nos CDs de controladores. Também pode ser encontrado no site do fabricante, para transferência.

Em muitos casos a máquina trava no meio do trabalho, sempre respeitando um certo intervalo de tempo. Este tipo de problema pode estar ligado ao aquecimento de componentes. Peças como cooler do processador, fonte, cooler da placa de vídeo, ventoinhas do gabinete provavelmente precisarão ser trocadas.

Também convém saber se a assistência irá realizar uma limpeza completa do interior da máquina, a poeira pode gerar a parada ou a redução dos giros das ventoinhas, reduzindo a capacidade de dissipação do calor, gerando o aquecimento acima do normal.

A famigerada tela azul do Windows pode caracterizar um problema um pouco mais grave, onde se faz necessário trocar a placa mãe ou mesmo pentes de memória. Alguns travamentos também entram neste tipo de caso.

Considerações finais

Ter um técnico de confiança, assim como um mecânico ou técnico de geladeira, é importante. E confiança se ganha com o tempo. Importante também é divulgar empresas e profissionais ruins, que prestam um serviço de baixa qualidade ou enganam o consumidor. O oposto também é vital: falar de quem faz a coisa certa, ajudando outras pessoas a encontrarem estes profissionais, fazê-los conhecidos movimenta o mercado e acaba tirando a notoriedade de quem é ruim.

E você, leitor? Tem dicas de como escapar dos técnicos ruins? Tem alguma história de assistência para contar? Aproveite o espaço de comentários da coluna, ele é seu canal de interação com os demais leitores e comigo. Boa semana a todos.

* Fernando Panissi é especialista em tecnologia e internet, formado em Sistemas de Informação com extensão em gestão. É professor universitário e ministra cursos de extensão em desenvolvimento de sistemas. Vive a internet e suas excentricidades desde 1995 e, nesta coluna, irá compartilhar suas experiências e conhecimentos sobre os mais variados temas ligados à internet, computação e tecnologia. Também tira as dúvidas deixadas pelos leitores na seção de comentários.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia ... CONSE.html
Anexos
WinAudit-inventário-completo-com-as-informações-do-PC.jpg
WinAudit: inventário completo com as informações do PC