•  
     

Uniban recua e decide revogar expulsão de aluna!

A Universidade Bandeirante (Uniban) decidiu revogar, nesta segunda-feira, a expulsão da aluna Geisy Arruda, 20 anos, que foi insultada por vários alunos da instituição por usar um vestido curto no campus de São Bernardo do Campo. A informação foi divulgada em uma nota oficial da instituição.

No dia 22 de outubro, a estudante teve que sair escoltada pela polícia após ser insultada por um grande número de universitários dentro do campus da Uniban de São Bernardo do Campo. As imagens da confusão foram gravadas por universitários e postadas no site YouTube no mesmo dia. A Uniban informou, em um comunicado pago publicado em jornais de domingo, ter decidido expulsar Geisy "em razão do flagrante desrespeito aos princípios éticos da dignidade acadêmica e à moralidade".

"O Reitor da Universidade Bandeirante - Uniban Brasil, de acordo com o artigo 17, incisos IX e XI, de seu Regimento Interno, revoga a decisão do Conselho Universitário (Consu) proferida no último dia 6 sobre o episódio do dia 22 de outubro, em seu campus em São Bernardo do Campo. Com isso, o reitor dará melhor encaminhamento à decisão", diz a nota, sem dar mais detalhes.

A decisão da universidade foi repudiada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), União Nacional dos Estudantes (UNE), além de outras instituições. O Ministério da Educação e Cultura (MEC) e a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres informaram que solicitariam informações à Uniban. O Ministério Público Federal (MPF) anunciou que acompanharia o caso para verificar se a aluna teve direito à ampla defesa.



Segue a imagem da |>UT/\
Imagem
 
arregarão !