•  
     

Trabalhe em Casa - Seja um Problogger

Trabalhe em Casa - Seja um Problogger

trabalhe-em-casa.jpg
trabalhe-em-casa.jpg (47.51 KiB) Visto 1041 vezes


Uma da melhores formas de trabalhar em casa e ser dono do próprio nariz que a Internet oferece, é a possibilidade de ser um Problogger. Mas o que é um Problogger? Existe muita discussão sobre o isso. O meu conceito de Problogger é o seguinte:

Pessoa que encara a atividade de blogar como profissão, e é remunerada por isso.

Essa remuneração pode advir de dois canais diferentes: através do blog, ou por causa do blog. Esses dois canais diferentes estão bem explicados neste artigo do Lucrando na Rede: Ganhando Dinheiro com seu Blog.

Claro que remuneração, neste caso, é uma questão relativa. Ninguém que ganha centavos por mês com o Adsense de seu blog se considera Problogger. Para entrar nesta categoria, é necessário que a remuneração obtida com o blog seja apreciável; no mínimo, que o total recebido seja visto por você como um salário mínimo, pelo qual você aceitaria trabalhar em um emprego tradicional. Isso varia de pessoa à pessoa.

Ser Problogger é o emprego dos sonhos de muita gente. Porquê?

- Você trabalha em casa;
- O investimento inicial é quase zero; se você tem Internet, só precisa de uns caraminguás para o domínio e a hospedagem;
- Você define a quantidade de horas e o horário em que trabalha;
- Você é pago por escrever sobre aquilo que gosta;
- Não tem um chefe que fique gritando por cima do seu ombro… and so on.

No entanto, se você está pensando que “ser Problogger” é um eufemismo para “ganhe dinheiro fácil e rápido sem trabalhar“, se enganou. Para ser um Problogger de sucesso e viver da renda do blog, você precisa de:

1 - Paciência

Seu blog não vai ser um sucesso da noite para o dia - salvo raras excessões. Leva tempo para que a visitação seja significativa, e a remuneração depende disso.

2 - Persistência

A maioria das pessoas desiste em seguida, ao não obter resultados rápidos - o que tranforma seu projeto em um fracasso. Você terá que persisitir, apesar dos pífios resultados iniciais, se quiser chegar à algum lugar; como, por exemplo, viver da renda do blog, ou largar seu emprego para trabalhar em casa e dedicar-se exclusivamente à blogar.

3 - Mentalidade Empreendedora

Como eu já expliquei, blog não é emprego, blog é negócio. Não há plano de saúde, férias pagas, chefe/patrão que se responsabilize por nada. Se você quer ser Problogger, necessáriamente tem que ser empreendedor, e encarar seu blog como negócio.

4 - Disciplina

Uma das grandes vantagens de ser Problogger é ser seu próprio chefe. Isso também é uma desvantagem: é facil demais deixar para depois, negligenciar o blog, fazer serviço porco, pois não há ninguém para cobrar um serviço decente. O problema é que quem sai prejudicado nessa história é o seu rendimento.

5 - Dedicação

O rendimento de um Problogger depende de seu blog (ou blogs) e o blog depende da dedicação de seu Problogger. Você terá que dedicar tempo, esforço, cabeça, muitas e muitas horas. O blog de um Problogger é uma amante exigente: quando ele a negligencia, ela lhe dá um pé na ______ e o deixa na sarjeta, no olho da rua da amargura. Se ela é devidamente atendida, ele é recompensado com delícias que a maioria dos mortais nem sonha que existem.

E não, isso não é um exagêro.

6 - Visão de Futuro

Isto se aplica em dois casos. Primeiro, embora a sorte e a flexibilidade sejam elementos importantes na criação de um blog de sucesso, um certo grau de planejamento é aconselhável. Imaginar onde deseja estar dentro de três meses, um ano, 5 anos. Estabelecer algumas metas, e planejar como alcançá-las. O que é necessário para chegar lá? Que oportunidades de mercado estão surgindo?

Segundo, Problogger não tem plano de saúde, salário nem plano de previdência, lembra? É altamente recomendável que, assim que você começar a ganhar uma grana mínimamente respeitável, comece a guardar para os dias de chuva. Qualquer empreededor que se preze sabe que as crises muitas vezes são imprevisíveis; o mercado sobe e desce, o Google de repente te odeia, o Buscapé faz a maior safardanagem com seus afiliados… É melhor prevenir-se do que cair num buraco sem saída.

7 - Criatividade

Para fazer um blog original, escrever conteúdo interessante e de qualidade, para encontrar soluções inéditas para novos e antigos problemas, para descobrir filões de mercado inexplorados, para inventar estratégias inovadoras… A criatividade é a única forma de se destacar em meio à massa de blogs que existem; e sem se destacar, você jamais poderá ser um Problogger.

8 - Disposição para Aprender

Os blogs fazem parte da Internet; o mundo virtual está em constante evolução e mudança. A cada dia surgem coisas novas para aprender; novas ferramentas, diferentes sistemas, novas versões de antigas linguagens ou programas. Um Problogger sempre está disposto a aprender.

9 - Autonomia

Você é um executivo ou um arigó? Se você é um pau mandado, incapaz de tomar decisões por si próprio, se precisa de alguém que lhe diga o quê fazer, como e quando, você não serve para Problogger. Um Problogger tem que decidir por si mesmo se posta as fotos da Fani Pacheco nua na Playboy, ou não.

10 - Bom Senso

Você vai encontrar com todo tipo de criaturas durante sua jornada pela Terra Média dos blogs: trolls, orcs, fadas, sábios, protozoários, miguxas, emos… Também surgirão convites, propostas, oportunidades, ofensas, brigas e sabe-se lá mais o quê. Será necessario estabelecer relações com outros blogueiros, escolher sobre o quê escrever, a quê responder, quais blogs linkar, onde comentar, decidir quantas horas trabalhar, etc.

É preciso ser capaz de discernir o que vale à pena e o que não. Se não usar seu bom senso, vai acabar trabalhando horas demais, desperdiçando sua energia em milhares de direções, se estressando com besteiras e criando uma úlcera sangrante em seu estômago.

Isso se não terminar blogando sobre suas férias no hospício mais próximo.

Resumindo

Se o seu sonho é ser um Problogger e trabalhar em casa; ter poder de decisão sobre seu conteúdo, seu horário e suas atividades; enfim, se você deseja se livrar dos grilhões dos empregos “normais”, você vai precisar dessas 10 habilidades básicas.

É pouco provável que você domine todas elas de forma nata; mas não se preocupe. Habilidades podem - e devem - ser desenvolvidas e exercitadas. É só uma questão de foco e prática.


Fonte: http://blosque.com/2007/04/top-10-habil ... er-um.html
 
O Fator principal na minha Opinião é Ter Paciência e Dedicação porque o Resultado virá a Longo Prazo.