•  
     

Tempestade de areia afeta Sydney

Uma grande tempestade de areia perturbou nesta quarta-feira a vida dos habitantes de Sydney, a maior cidade da Austrália, ao mesmo tempo que o país, que sofre com o clima quente e seco, luta contra incêndios na região nordeste.


Em Sydney, veículos e edifícios foram cobertos com uma camada da areia e poeira vermelha. O vento provocou atrasos nos aeroportos e o serviço de balsas do porto da cidade foi suspenso.

Sob um céu vermelho, os habitantes da cidade cobriram os rostos com máscaras, enquanto as autoridades aconselharam que crianças e idosos permaneçam em casa.

A visibilidade não ultrapassa dois ou três metros em certos lugares.
"Estava mais escuro que durante a noite, e isto por meia hora. Não via nem os sinais nos cruzamentos das ruas", afirmou um policial da área de Broken Hill na agência AAP.

O serviço meteorológico divulgou um alerta para fortes ventos.

No estado de Nova Gales do Sul, que tem Sydney como capital, granizos do tamanho de "bolas de críquete" afetaram a região, segundo a imprensa.

Mais ao norte, no estado de Queensland, foram registrados incêndios florestais em consequência de um longo período de seca.

O estado de Victoria, que registrou dois terremotos leves na terça-feira(3,0 e 2,6 graus na escala Richter), que não provocaram vítimas, também foi afetado por tortes chuvas e está em alerta para possíveis inundações.