•  
     

Tartaruga extinta estudada por Darwin pode 'ressuscitar', di

Genes do animal desaparecido sobreviveram em população híbrida.


Por cruzamentos, seria possível trazer espécie de volta 'dos mortos'


Dizem por aí que extinção é para sempre, mas uma tartaruga das remotas ilhas Galápagos, sumida poucos anos depois da visita de Charles Darwin à região no século 19, talvez seja sortuda o suficiente para ganhar uma segunda chance. Pesquisadores descobriram que genes da Geochelone elephantopus ainda sobrevivem numa população híbrida, encontrada numa das ilhas. Por meio de cruzamentos cuidadosos, seria factível recuperar a pureza genética dos descendentes desses bichos, recriando, dessa forma, a espécie desaparecida.



tartaruga_gigante_galapagos.jpg
tartaruga_gigante_galapagos.jpg (37.04 KiB) Visto 299 vezes



Fonte: http://mundo-a-n-i-m-a-l.blogspot.com/