•  
     

Situação nos EUA é de emergência, diz governo sobre gripe su

Autoridades confirmaram 20 casos da doença no país.
Casa Branca diz que não há motivos para pânico.



A secretária de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jannet Napolitano, disse hoje que a saúde pública do país vive uma "situação de emergência" devido à propagação do vírus da gripe suína.

Napolitano fez esta declaração num encontro com jornalistas na Casa Branca, onde o diretor interino do Centro de Controle de Doenças (CDC, em inglês), Richard Besser. Vinte casos de gripe suína foram confirmados nos Estados Unidos neste domingo (26), depois que se confirmou a doença em estudantes de Nova York . Além disso, quatro casos foram confirmados no Canadá.


Richard Besser, diretor dos centros de controle de doenças e prevenção dos EUA, afirmou a jornalistas na Casa Branca que todos os casos no país são brandos. Autoridades norte-americanas disseram que o presidente dos EUA, Barack Obama, está sendo informado constantemente sobre a potencial expansão do surto, que já matou até 81 pessoas no México (20 mortes foram confirmadas).

"Neste momento, a prioridade é garantir que a comunicação seja intensa e que os esforços de vigilância médica estejam totalmente ativados", disse John Brennan, assistente do presidente na área de segurança doméstica.

Segundo Brennan, haverá rápida identificação e notificação de novos casos que possam ocorrer nos EUA e no México.

O governo dos Estados Unidos está acompanhando a evolução da gripe suína de perto e acredita, entretanto, que não há motivos para que norte-americanos entrem em pânico, disse o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

Pandemia no mundo

Anexos
0,,20559053,00.jpg
0,,20559053,00.jpg (14.77 KiB) Visto 91 vezes