•  
     

Ser Anti-Conformista....

Hoje vou discutir uma coisa que acho que nunca foi discutida no blog, porque simplesmente não é um coisa que se deva escrever, mas sim viver. No entanto, decidi abrir este post para esclarecer o conceito, pois quase toda a gente sabe erroneamente o que isso significa.
Para muita gente, ser anti-conformista é ser do outro extremo. Ou seja, na vez de seguirem as regras comuns na sociedade, seguem uma outra tendência qualquer fora do comum. Assim sendo, não ser conformista quer dizer segundo este conceito ser um destes tipos: satânico, fã de Marilyn Mason, emo, gótico, basofe (gajo "buéda" rebelde e dred que desobedece aos pais. Também conhecido como guna na terra do space_aye), vampírico, pseudo-intelectual da conspiração (eu conheço um grande exemplo disso), terrorista, etc. No entanto, ao assumirmos uma destas tipologias, estamos no fundo a ser conformistas. Só não somos é ovelhas do mesmo pastor que a maioria das pessoas, sendo que da parte desta gente terá de haver alguma reflexão.

41_2930-marilyn-manson-012.jpg

punk.jpg


Bem, então o que será na verdade ser anti-conformista. Na verdade, a base do anti-conformismo devia ser "pensar de maneira diferente". Ou seja, é não alinhar nem engolir tudo o que nos aparece à frente, mas de forma moderada e inteligente. Para perceberem faço uma comparação: uma coisa é pertencermos a uma organização ambientalista, em que simplesmente fazemos as maiores idiotices que os outros membros fazem, só para se ser diferente, outra é nós pensarmos em soluções para diminuir o impacto do ser humano na natureza (aplicando apenas após analisar a viabilidade da solução), sabendo distinguir o que está bem e o que está mal. Por exemplo, ontem apareceu nas noticias, que o Sócrates (até que enfim que ele está envolvido numa coisa de jeito) foi inaugurar um novo empreendimento de Aquacultura (criação de peixes, marisco, etc para o consumo do homem) em Mira, e o que me espantou foi o seguinte: criou polémica entre activistas ecológicos, e após uma rápida procura pela net, parece que muitas organizações a nivel mundial são contra a aquacultura, o que me deixa pasmado, pois sendo assim, ou não comemos peixe, ou então vamos pescar ao mar, e ir pescar ao mar (principalmente a nivel industrial, em que se levam embarcações grandes), o que trás um grande desequilíbrio nos ecossistemas (bem dizia o Michael Crichton que os ambientalistas deviam ser obrigados a ter formação nalguma área científica, e com bons motivos para isso). O que quis dizer com este exemplo é que não devemos apenas, voltando ao caso dos ambientalistas, criar um filme enorme em tudo o que esteja relacionado com animais e plantas. Ao fazermos isso estamos a seguir um padrão e estamos a ser conformistas (com a nossa ________). Neste caso, seria anti-conformista quem dissesse: "não meus amigos, eu sou a favor da aquacultura, porque diminui o impacto negativo nos habitats ao diminuir as pescas".
Concluindo, não ser conformista é pensar sempre em soluções alternativas e que sejam melhores na resolução de um problema, e agora perguntovos (a toda a gente), são anti-conformistas, ou são apenas uns revoltados malucos, que apenas sabem fazer críticas faceis, e no fundo não criam nada de novo?