•  
     

Sem Ronaldinho, aumenta pressão em Neymar