•  
     

Roth dá recado a Wallyson: "Se não abrir os olhos, a oportunidade pode passar"

Diante das atuações apagadas de Wallyson nas derrotas do Cruzeiro para São Paulo, por 3 a 2, e Internacional, por 2 a 1, nas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, o técnico Celso Roth mandou um recado ao atacante e disse que o jogador precisa “abrir os olhos” para não deixar a oportunidade escapar.

“O Wallyson é um jogador que está tendo oportunidades, que achou até o momento seu lugar no time. Mas, ao mesmo tempo, a gente está vendo crescimento de alguns seus companheiros. Então, se o Wallyson não abrir os olhos, a oportunidade pode passar”, observou o treinador.

Depois da derrota para o Internacional, no último sábado, Celso Roth pediu paciência, pois acreditava que Wallyson poderia render mais nos próximos jogos. Porém, disse que já estudava “alternativas” para substituí-lo. Muito elogiado, o jovem meia Elber seria a primeira delas.

Opção no banco de reservas, Wallyson entrou no segundo tempo das derrotas para São Paulo e Internacional, mas não conseguiu render o esperado. Na temporada, o jogador tem baixo aproveitamento e marcou apenas três gols, todos pela Copa do Brasil.

Em 7 de agosto do ano passado, Wallyson sofreu fratura no tornozelo esquerdo e interrompeu o bom momento que passava no Cruzeiro. Mesmo com a equipe eliminada nas oitavas de final da Libertadores, o atacante foi artilheiro da competição, com sete gols, ao lado de Nanni, do Cerro Porteño.

De volta aos gramados no início deste ano, Wallyson não conseguiu se firmar entre os titulares. Na metade de junho, ele renovou o contrato de empréstimo com o Cruzeiro até o começo de 2013. Durante as negociações, o atacante não foi relacionado por Celso Roth, que preferiu aguardar o desfecho do acerto do atleta com a diretoria celeste.

Imagem