•  
     

Roberto Carlos emociona público de 9 mil em show de fim de a

Especial do cantor foi gravado na noite desta quinta (11), no Rio.
'Eu quero agarrar e beijar o Roberto', diz Rita Lee, que fez participação.

A gravação do show de fim de ano de Roberto Carlos levou 9 mil pessoas, entre convidados famosos e anônimos pagantes, nesta quinta-feira (11) à Arena HSBC, no Rio. Como já é tradição, o especial será transmitido pela Rede Globo no dia 25 de dezembro.

Imagem

Das arquibancadas e da pista, o público cantou e vibrou junto com o "rei", que cantou alguns de seus maiores sucessos de diversas épocas, como "Detalhes", "Emoções" e "Negro gato". Na platéia, Juliana Paes, Lázaro Ramos, Marcello Novaes, Solange Couto, Marina Lima, Luiza Brunet e outros se derreteram ao som romântico de Roberto.

Já no início, Roberto Carlos fez um agradecimento e mostrou seu bom humor. "Agradeço a esse público maravilhoso e a Deus, por tudo que tenho recebido desde que nasci. E olha que isso faz muito tempo", disse.

Imagem

O ponto alto da apresentação foi o momento dedicado à Bossa Nova, com a participação especial de Caetano Veloso. Em dueto, os dois cantores mostraram uma versão de "Chega de saudade". Caetano também cantou "Você é linda" e "Força estranha", dividindo o palco com Roberto.

Outro destaque foi a participação de Rita Lee, que nunca tinha se apresentado ao lado de Roberto Carlos. Juntos, eles cantaram uma animada seqüência rock'n'roll, com "Garota papo firme", "Papai me empresta o carro" e outras. "'Eu quero agarrar e beijar o Roberto", disse Rita Lee ao G1 em seu camarim, pouco antes de subir ao palco da Arena. "Sempre fui fã dele, desde os Mutantes; para mim, estar aqui é como um flashback", disse a cantora.

A apresentação também teve participações da dupla Zezé di Camargo & Luciano, que cantaram "Distância" e "Portão", e de Neguinho da Beija-Flor, que levou a bateria da escola de samba e um time de mulatas para o palco.

Roberto Carlos fechou o show de cerca de duas horas com “É preciso saber viver” e "Jesus Cristo", que incluiu uma chuva de papel prateado e a tradicional distribuição de rosas ao público.