•  
     

Reféns das Farc já foram libertados, diz porta-voz de senado

ONG, rádio Caracol e TV RCN também deram a informação.
Quatro reféns foram entregues para missão humanitária neste domingo (1º).

As quatro pessoas que estavam sob poder das Forças Revolucionárias Colombianas (Farc) já estão sob os cuidados da equipe humanitária da Cruz Vermelha, segundo informações da Rádio Caracol e da rede de TV RCN e também de um porta-voz da senadora Piedad Córdoba que negocia com o grupo guerrilheiro.

"Estão nas mãos da Comissão (da Cruz Vermelha) desde às 10h da manhã (13h de Brasília) e neste momento estão voltando para Villavicencio (a 90 km de Bogotá)", afirmou o porta-voz da senadora, Ricardo Montenegro, para a agência de notícias "France Presse".

Iván Cepeda, da ONG Colombianos pela Paz, que ajudou na mediação com as Farc, também confirmou a informação de que os reféns foram liberados.

Os três policiais e um soldados foram resgatados após uma operação neste domingo (1) em uma região não divulgada na selva colombiana. A ação contou com a colaboração de helicópteros (Cougar) e tripulantes brasileiros. Nas aeronaves estavam a senadora colombiana Piedad Córdoba, três delegados da Cruz Vermelha, três testemunhas de Florença, capital do departamento de Caquetá.

O quarteto será levado para a cidade de Villavicencio, no departamento (estado) de Meta, a 120 quilômetros da capital Bogotá.

Para garantir o sucesso das operações, o Exército da Colômbia paralisou as operações por 36 horas em uma ampla área do sul do país, uma decisão que compromete 17 mil militares que patrulham os departamentos do Caquetá, Putumayo e Amazonas, este último nas fronteiras com Brasil e Peru.

Os reféns liberados são, segundo a imprensa colombiana (imagens de arquivo):

0.jpg
William Domínguez Castro: soldado de 24 anos. Era refém das Farc desde 20 de janeiro de 2007 após ser ferido em um combate. Sua família só soube do sequestro cinco meses depois, quando os guerrilheiros enviaram um vídeo como prova de que estava vivo.
0.jpg (10.51 KiB) Visto 211 vezes


1.jpg
Juan Fernando Galicia: policial de 27 anos, pai de dois filhos, virou refém das Farc em 9 junho de 2007, quando o grupo deteve o ônibus onde estava e que ia para o povoado de Paujil, juntamente com mais dois policiais (abaixo).
1.jpg (9.21 KiB) Visto 212 vezes


2.jpg
Walter José Lozano: aos 35 anos, é policial há mais de 15 anos e tem cinco filhos. A família só ficou sabendo que fora seqüestrado em março, após um vídeo liberado provando que estava vivo.
2.jpg (7.81 KiB) Visto 210 vezes


3.jpg
Alexis Torres: solteiro, de 26 anos, é o caçula de seis irmãos. Está na polícia desde janeiro de 2002.
3.jpg (7.69 KiB) Visto 213 vezes


As Farc anunciaram em dezembro que libertariam o ex-governador de Meta Alan Jara (sequestrado em 2001) e o ex-deputado de Valle del Cauca Sigifredo López (em cativeiro desde 2002), assim como três policiais e um militar.

Jará deve ser solto na segunda-feira (2), e López na quarta-feira (4).

Ao todo, são seis dos mais de 700 que se estima que estejam em poder das Farc, e que elas pretendem trocar por integrantes presos.

Link: http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,M ... 02,00.html