•  
     

Rapaz mata a mãe e joga Counter-Strike

Mais uma notícia triste onde mais uma vez se culpam os videojogos pelo sucedido, desta vez vinda do Leste Europeu.

Um rapaz da Roménia, com 15 anos, matou a mãe adoptiva depois de esta se recusar a pagar a conta de Internet. Esta seria uma solução para fazer com que Ionut Silviu Savin, o filho, deixasse de passar tanto tempo ao computador. No entanto, a decisão revelar-se-ia fatal: Savin esfaqueou a mãe 17 vezes, saindo, depois, de casa para jogar Counter-Strike num internet café.

O crime ocorreu na quarta-feira passada. O corpo da vítima foi descoberto pelo marido quando este regressou do trabalho. Depois da investigação, a polícia descobriu que Savin tinha levado todo o dinheiro que encontrou em casa. Contudo, Ionut entregar-se-ia às autoridades, mais tarde, dizendo: "Acho que sou aquele de quem andam à procura."

Por enquanto, o jovem está internado numa clínica psiquiátrica, sob guarda. Só depois da avaliação mental se saberá se Savin estava plenamente consciente de si, na altura em que esfaqueou a mãe. Segundo os especialistas, a natureza do crime é um indicador de problemas mentais. Contudo, se for considerado culpado, Ionut terá pela frente 12 anos de prisão.

O seu vício por jogos e pela internet fazia-se sentir na sua vida. Savin já não saía com os amigos e faltou à escola mais de 200 vezes. Uma das suas professoras considerou-o "sossegado" e "introvertido".

Tão depressa não deverá voltar a jogar Counter-Strike.
 
este cara é doente -.-
 
ele que virar o mirb lol , por min cs é so um jogo não uma vida ...