•  
     

Quando contratar uma consultoria de marketing?

Esta é uma questão que muitas empresas se colocam, principalmente as que estão em fase de crescimento.

Normalmente as empresas de pequeno e médio porte acabam administrando as questões de mercado e comunicação de forma diluída dentro da organização ou centralizada em algum Diretor com um assistente como apoio para a execução das atividades.

Quando as decisões de marketing estão divididas entre os departamentos, corre-se o risco de, também, diluir o impacto das ações, além da possibilidade de que a mensagem desejada não chegue com clareza e integrada às demais ações da empresa, no público-alvo definido. Um exemplo muito comum ocorre quando o departamento comercial cuida da comunicação com os clientes e a área de Recursos Humanos, com um assistente de Comunicação, se encarrega da realização de uma feira. Normalmente estas atividades são desenvolvidas sem uma visão integrada de comunicação e acabam transmitindo mensagens distintas sobre a mesma empresa, muitas vezes para um mesmo público.

Por outro lado, se a responsabilidade das ações de marketing está embaixo de um Diretor Administrativo ou Comercial, que tem na figura de um assistente a execução das ações, corre-se o risco de ocupar o tempo deste profissional da alta gestão com atividades que deveriam chegar mais prontas para a tomada de decisão.

Ao contratar um apoio externo para a gestão da sua área de marketing, o cliente pode contar com a experiência de profissionais de mercado que, além de garantir uma maior integração e otimização dos investimentos, podem aportar metodologias para criação de indicadores e medição de resultado das ações realizadas.

A partir da construção um planejamento de marketing estruturado, com base em informações de mercado, bem como, nas diretrizes estratégicas da empresa, a consultoria de marketing traça as principais ações para a área, cuidando do engajamento de todas as partes interessadas.

Com a aprovação do planejamento, o passo seguinte se traduz na implementação das ações. Nesta etapa a consultoria pode auxiliar fortemente na gestão de fornecedores, cuidando da homologação, alinhamento, orçamentos, negociação até a entrega dos produtos e serviços comprados pela empresa. Dependendo do valor de investimento a ser realizado, as consultorias têm metodologias próprias para condução de concorrências externas e definição dos fornecedores da área de marketing.

No final do processo temos o resultado das ações realizadas. Cada ação de marketing, ao ser idealizada, deve contemplar uma forma de como medir seu resultado. Ao criarmos os indicadores podemos não só identificar se ação foi efetiva como também realizar ajustes no planejamento, redirecionando as atividades futuras.

Ao se delegar algumas funções para empresas especializadas, o cliente ganha flexibilidade, produtividade, disponibilidade e pronto atendimento. Além de permitir o foco na principal razão do negócio e a capacitação e transferência de conhecimento altamente qualificado e atualizado para a organização.

Autora: Eveline Prado Jannarelli
Fonte: http://www.microepequenasempresas.com.b ... marketing/