•  
     

Qual é o animal mais barulhento do mundo?

O animal mais barulhento do mundo, de ambiente terrestre, é o bugio (Gênero Alouatta). No entanto, é o percevejo aquático Micronecta scholtzi que, dentre todas as espécies já catalogadas, recebe o título de animal mais barulhento do mundo, considerando a proporção entre seu tamanho e os sons que emite.

Imagem

Dentre os diversos animais existentes, alguns se destacam pela capacidade de produzir sons significantemente altos, seja pelo uso de cordas vocais ou mesmo a partir do uso de partes de seu corpo para executar tal ato, tal como as cigarras. Eles geralmente são produzidos para a comunicação entre indivíduos da mesma espécie, seja para atração de parceiros sexuais, informar um perigo em potencial ou mesmo em disputas intraespecíficas.

Alguns exemplos de “animais barulhentos” são:

- Baleia azul (Balaenoptera musculus): 188 decibéis

- Rã-touro-gigante (Lithobates catesbeianus): 80 decibéis

- Foca-elefante-do-norte (Mirounga angustirostris): 100 decibéis.

- Elefante (Elephas maximus e Loxodonta africana): 95 decibéis

- Hiena (Crocuta crocuta): 70 decibéis.

- Leão (Panthera leo): 114 decibéis.

O bugio (Gênero Alouatta) é considerado, até segunda ordem, o animal terrestre mais barulhento do nosso planeta, atingindo os 130 decibéis ao vocalizar.

Apesar desse número considerável, o bugio não é capaz de vencer um pequeno invertebrado, denominado Micronecta scholtzi. Tal espécie de percevejo aquático, de apenas dois milímetros de comprimento, é capaz de emitir sons próximos aos 100 decibéis (algo semelhante à sensação auditiva que temos ao assistirmos a uma orquestra sinfônica, na primeira fila do auditório). Considerando seu tamanho diminuto, dentre uma relação entre seu tamanho corporal e capacidade sonora, é ele quem ganha o título deste texto.

O mais chocante, no entanto, ainda está por vir: o M. scholtzi produz tal som não pelo uso de cordas vocais, mas a partir da fricção de seu pênis sobre o abdome, em um fenômeno denominado estridulação. Considerando o órgão usado, não é de se estranhar que tal som é emitido pelo macho com o intuito de atrair fêmeas para reprodução!