•  
     

Professores discutem com policiais que evitaram fechamento d

Professores discutem com policiais que evitaram fechamento da Av. Paulista

Manifestantes dizem que foram ofendidos por policiais militares.
Tenente-coronel responsável pela ação disse que professores queriam fechar vias.


Assembléia de Professores.jpg
Assembléia de Professores


Por volta das 15h30 desta sexta-feira (4), houve um pequeno conflito entre os professores que realizam uma manifestação na Praça da República, na região central de São Paulo, e a Polícia Militar. O tenete-coronel reponsável pela vigilância do local, Paulo Telhada, foi vaiado pelo professores e chamado de racista.



O desentendimento aconteceu porque, segundo os professores que estavam no vão livre do Masp no início da tarde e foram encaminhados pela policia para a Praça da República, a Polícia Militar teria usado palavras de baixo calão para coduzi-los até o local.



O coronel Paulo Telhada, responsável pela ação, disse que os manifestantes ficaram com raiva porque a polícia os conduziu até a Praça da República sem deixar que eles fechassem as vias, cumprindo a determinação da Justiça.



O sindicato que representa a categoria informou que a assembléia dos professores que decidirá sobre os rumos da greve será realizada após o término da reunião entre integrantes do sindicato e da Secretaria Estaudal de Educação no Tribunal Regional do Trabalho em São Paulo. A reunião começou por volta das 14h30.



Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0 ... 05,00.html