•  
     

Polícia investiga origem de granadas encontradas em Brasília

Polícia investiga origem de granadas encontradas em Brasília

Duas granadas de uso exclusivo das Forças Armadas foram encontradas em cidade do DF.
Uma das granadas foi detonada, com segurança, no campo de treinamento do Bope.


Duas granadas de uso exclusivo das Forças Armadas foram encontradas na sexta-feira (4) no canteiro central da BR-040, perto da entrada de Santa Maria, cidade próxima a Brasília, em um local possui um tráfego intenso de veículos. As granadas foram encontradas por um fiscal do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e foram recolhidas pelos policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Os militares do Esquadrão Antibombas usaram uma roupa especial e um braço mecânico para colocar os artefatos dentro de uma caixa de contenção de explosivos. Um policial explicou que as granadas são de uma empresa do Rio de Janeiro que fechou em 1970 e que devem ter sido fabricadas nesta época ou antes disso. A granada foi detonada, com segurança, no campo de treinamento do Bope.

A granada estava intacta e cheia de pólvora. Apesar de antiga, tinha um alto poder explosivo e capacidade para atingir pessoas em um raio de 100 metros. “Se uma pessoa estivesse manuseando essa granada, próximo ao corpo, teria tido uma lesão gravíssima, com a possibilidade de perder as mãos, o antebraço”, afirmou o soldado Erasmus, do Bope.

A segunda granada, que não foi explodida, está sendo investigada pelo Bope. A polícia ainda não tem informações de quem deixou os explosivos no canteiro.

Esta é a segunda vez no ano que o Bope é acionado para ocorrências envolvendo explosivos de uso exclusivo das Forças Armadas. A primeira vez foi em maio, quando policiais militares recolheram duas granadas e duas munições de canhão no lixão de Ceilândia, outra cidade próxima a Brasília.



Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,, ... 98,00.html