•  
     

Pirataria de Estado: A concorrência desonesta dos EUA sobre a China

A Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) espionou políticos e empresas da China, comunica a revista alemã Der Spiegel, citando documentos revelados por Edward Snowden.

Em particular, foram alvos de espionagem o presidente chinês, Hu Jintao, vários ministérios, bancos e empresas de telecomunicações. Um alvo privilegiado da espionagem era a empresa Huawei Technologies.

O serviço estadunidense conseguiu penetrar nos servidores internos da empresa, interceptar correspondência entre seus colaboradores, aceder a uma lista dos clientes e a outros documentos de importância estratégia.