•  
     

Papai Noel recebe mais cartinhas de crianças a cada ano

Advento da internet não afeta tradição de enviar a correspondência.
Cartas são colocadas para adoção; nº de pessoas que ajudam só cresce.

Imagem

Apesar do advento da internet e da adolescência cada vez mais precoce, o Papai Noel continua a receber cartinhas com pedidos de presentes de crianças que ainda acreditam no bom velhinho. E o número de correspondências endereçadas ao Polo Norte aumenta a cada ano, segundo os Correios.

Somente na região da Grande SP, ABC e Baixada Santista, foram cerca de 200 mil cartas endereçadas a Papai Noel no ano passado. A expectativa é que esse número aumente em 2009.

Há mais de dez anos, os Correios decidiram cadastrar as cartinhas e tentar fazer as pessoas "adotarem" parte delas. Em 2001, por exemplo, foram cadastradas cerca de 10 mil correspondências nestas regiões paulistas. Os pedidos de 150 crianças foram atendidos. Aos poucos, os Correios conseguiram dar visibilidade à ideia. E já no ano passado, foram quase 80 mil cartas cadastradas: mais de 35 mil tiveram o desejo de Natal atendido.

“Embora exista toda essa tecnologia hoje, as crianças ainda crêem no Papai Noel e, por isso, escrevem, mantêm a tradição. Elas fazem desenhos, contam seus desejos”, diz José Furian Filho, diretor regional dos Correios.

Autor: G1, em São Paulo
Fonte: http://g1.globo.com/Sites/Especiais/Not ... REIOS.html