•  
     

Pai baleado em briga por causa de pipa pode morrer ou ficar

Filho está internado em estado grave no Hospital Lourenço Jorge.
Vizinho que deu os tiros está foragido.

Do G1, no Rio
Tamanho da letra
A- A+
Corre o risco de morte e de ficar tetraplégico um dos três homens baleados durante uma briga por causa de pipas, em Curicica, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, Luiz Cláudio Cabral Vacani, de 49 anos, levou um tiro na coluna. Ele está internado com insuficiência respiratória em estado grave no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste.



O filho dele, Luiz Cláudio Gonçalves Vacani, de 24 anos, também baleado, levou um tiro no abdômen e outro na perna. Seu estado de saúde é grave, mas estável, de acordo com a Secretaria.



O outro baleado, que seria irmão do suspeito de ter atirado, foi socorrido num hospital particular.

Discussão, tapa e tiros

Uma briga por causa de pipas terminou com três pessoas baleadas – entre eles pai e filho. De acordo com o registro feito na 32ª DP (Taquara), um suspeito de tentativa de homicídio está foragido. Segundo a polícia, pai e filho estavam na Barraca da Preguiça, na Rua Itaiçaba, por volta das 21h de domingo (17), quando um suspeito de 55 anos teria ido ao local tomar satisfações.



Segundo a polícia, o suspeito teria ido ao local após seu filho e o filho de Luiz Cláudio terem discutido. Cabral, então, teria defendido o filho e dado um tapa no rosto do suspeito.


Policiais do 18º BPM (Jacarepaguá) contaram que o suspeito foi em casa, pegou uma arma e disparou contra pai e filho. Um irmão do suspeito, que tem 56 anos, também foi baleado ao tentar evitar os tiros.



O suspeito fugiu e está foragido.
 
nossa triste heim!! -.-