•  
     

Pacotão de dúvidas: versão 'certa' do MSN e YouTube sem som

Colunista responde às dúvidas de tecnologia escrita pelos leitores.
Deixe sua pergunta na seção de comentários, que está aberta.

Hoje a coluna responde às dúvidas dos leitores deixadas na seção de comentários. Se você tem perguntas, participe na seção de comentários, no final deste texto.

Instalação de MSN

Qual o MSN ideal para Windows XP SP2, para computar residencial?Onde baixar com maior segurança? Devo primeiro desinstalar o antigo?
Adriano Cruz

Adriano,
Acredito que a resposta sobre a versão ideal do MSN para ser usada em seu PC é muito subjetiva e depende de alguns fatores. O que prefiro recomendar é usar sempre a versão mais atual dos aplicativos. Principalmente aqueles em que estão envolvidas a conexão com a internet – caso de comunicadores, navegadores, compartilhadores de arquivos e etc. Isso por conta de questões de segurança, pois as versões mais atuais têm correções de falhas conhecidas e que podem ser exploradas por pessoas mal intencionadas.

Para baixar o MSN 2009, clique aqui.

Baseado nesta análise, indico que você use a versão mais atual. Caso você tenha um computador mais limitado e que apresente muita lentidão, o MSN pode consumir recursos preciosos, por isso você pode usar outros aplicativos mais leves. É o caso do Miranda, sobre o qual escrevi na coluna MSN, Gtalk, ICQ, Yahoo… Que tal juntar tudo?

Outro ponto importante da sua dúvida: de onde baixar aplicativos? Digo com toda a certeza que o melhor lugar é o site do desenvolvedor, sempre. Porém, existem sites com muita confiabilidade que servem de fonte de divulgação para quem procura programas. Aqui na Globo.com, por exemplo, tem o Baixatudo. Baixar aplicativos fora desses grandes repositórios ou dos sites dos desenvolvedores pode ser um risco quando você não souber de onde está baixando.

Por último, o MSN não requer desinstalar a versão anterior, basta iniciar o instalador da versão mais atual que ela automaticamente irá se sobrepor à antiga. Porém, essa prática não é uma regra. Existem aplicativos que mantém a versão antiga na máquina, mesmo depois de você instalar uma versão mais atual.

YouTube mudo

Tenho em casa um PC com Windows XP. Nele, ouço normalmente as músicas pelo Windows Media Player. Porém, não consigo escutar sons da internet, como site do YouTube, por exemplo. Você pode me ajudar?
Alex Pereira Camargo

Alex,
Esse problema geralmente ocorre por você estar usando uma versão antiga do flash. Acesse este link e instale a versão mais atual do componente. Outro ponto importante é manter o navegador sempre atualizado. Caso use o Internet Explorer, confira se está usando a versão 7. Se usar o Firefox, a versão mais atual é a 3.0.6.

Traffic shaping

Estou com um traffic shaping absurdo. Tenho - ou melhor, pago - uma internet de 1 Mbps, mas faço download a 10 kbps. Já reclamei diversas vezes com o provedor, que mesmo quando assume este ato, que é ilegal, tenta dar explicações absurdas! Gostaria de saber como proceder.
João Siquerolli

João,
Antes vou explicar o que é traffic shaping e fazer algumas ponderações.

Trata-se da aplicação de técnicas de priorização no tráfego das redes de dados, com o objetivo de melhorar o desempenho da estrutura. Não é um aumento na velocidade do usuário, e sim uma otimização dos recursos de rede, fazendo com que o fluxo de dados atenda a todos os clientes conectados de forma satisfatória e busque garantir o mínimo de banda contratada pelo

Contudo, o tema é extremamente polêmico. Muitos usuários discordam da adoção de tais técnicas. Na realidade, sua existência é nítida e necessária, pois o custo de uma rede que garantisse 100% das velocidades de navegação seria exorbitante.

Os provedores, com base em estudo de demanda, colocam em seus contratos uma garantia mínima de velocidade no trafego de dados; É sempre importante verificar esse valor e, legalmente, ele precisa ser atendido pelo provedor. Isso você pode e deve cobrar. Leia o contrato e busque uma assessoria jurídica para ter do provedor essa garantia. Essa é a solução que indico, João.

Se todos os usuários ligados a uma mesma rede de um provedor de acesso tentarem, ao mesmo tempo, fazer uso intensivo da internet, certamente a rede não suportará, porque não foi dimensionada para isso.

E esse tipo de contexto não está restrito ao mundo da internet. Recentemente nos EUA, as empresas de telefonia celular montaram uma verdadeira ação de guerra para a posse do Obama. A estrutura celular no local da posse não suportaria aquela quantidade de pessoas usando os serviços ao mesmo tempo. Ainda mais com o elevadíssimo volume de telefones com câmeras digitais, conectadas à internet, com usuários postando fotos do evento em serviços como o twitpic.com, por exemplo.

Existe meio de ter uma conexão internet sem restrições, onde os megabits contratados são 100% disponibilizados? Sim. O custo é elevado para um usuário doméstico; quem consome este tipo de produto são empresas.

O traffic shaping afeta de forma mais agressiva os usuários categorizados como heavy users – eles têm mais conhecimento dos ferramentais disponíveis na internet e trafegam um maior volume de dados. Também afeta os usuários de redes P2P, para compartilhamento de arquivos. Os internautas “comuns”, que usam a rede como ferramenta de pesquisa e entretenimento, acabam não sentindo qualquer efeito destas práticas.

Alguns aplicativos fazem análise de rede para determinar quais técnicas estão sendo aplicadas à rede que se está conectado. É o caso do Glasnost. Para conseguir executar esse teste, convém ter paciência, pois o serviço passa boa parte do tempo indisponível por conta da procura. Outro serviço on-line é o Measurement Lab, que traz links para outros sites que efetuam avaliação do tráfego de rede.

Infelizmente, o processo dos sites é simples. No entanto, o mesmo não acontece para ler e entender o resultado. Trata-se de uma linguagem técnica, pois esses serviços são escritos por especialista para outros especialistas.

Drives zipados

Tirei o Vista e coloquei o XP, e meu PC é da Positivo. Agora baixei os drives, só que eles aparecem zipados (.ZIP) e winrar (.RAR). Não consegui instalar. O que posso fazer?
Gilson

Gilson,
Primeiro, a questão dos arquivos compactados: o próprio Windows resolve a questão do formato ZIP, pois vem com um descompactador nativo.

Já no caso dos arquivos no formato RAR, basta instalar o WinRAR para manuseá-los. Contudo, esse programa não é gratuito e precisa de licença depois de algum tempo de uso. Se você quiser uma opção grátis, vale testar o FilZip, que abre arquivos compactados.

Em relação aos controladores, muitos fabricantes não se preocupam em fazer um programa de instalação, disponibilizando ao usuário apenas o arquivo controlador em si. A instalação do controlador pode ser feita manualmente, através do painel de controle do computador. Lá, existe o item “adicionar hardware”, que detecta os dispositivos mal-instalados.

Caso ele não detecte nada, irá perguntar se o hardware está conectado à máquina. Informe que sim, selecione um dos dispositivos listados (correspondente ao que você deseja instalar) e siga os passos apresentados. Basicamente, será necessário indicar a pasta onde estão descompactados os arquivos de controladores.

Por hoje é só. Você tem dúvidas? Criticas ou sugestões? Não perca tempo, envie agora seu comentário usando o espaço abaixo.

* Fernando Panissi é especialista em tecnologia e internet, formado em Sistemas de Informação com extensão em gestão. É professor universitário e ministra cursos de extensão em desenvolvimento de sistemas. Vive a internet e suas excentricidades desde 1995 e, nesta coluna, irá compartilhar suas experiências e conhecimentos sobre os mais variados temas ligados à internet, computação e tecnologia. Também tira as dúvidas deixadas pelos leitores na seção de comentários.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia ... M+SOM.html