•  
     

Otimismo nos mercados mantém dólar operando em queda

Moeda perde valor frente ao real pelo terceiro dia seguido.
Na véspera, dólar teve queda de 0,06%, para R$ 1,722 na venda.

O dólar comercial opera em queda nesta quinta-feira (3), no terceiro dia consecutivo de desvalorização da moeda frente ao real. Por volta das 14h30, a divisa era vendida a R$ 1,710, em baixa de 0,69%.

Nas bolsas de valores, o dia é de ganhos, conforme os mercados reagem positivamente à notícia de que o Bank of America vai devolver ao governo o empréstimo de US$ 45 bilhões tomado para superar a crise financeira.

A baixa da moeda norte-americana aproxima a taxa de câmbio do patamar psicológico de R$ 1,70, que vinha sendo respeitado pela percepção de que o governo reagiria com medidas para frear a valorização do real.

Em outubro, o governo adotou a cobrança de IOF sobre a entrada de capital estrangeiro para ações e renda fixa e, depois, anunciou a taxação sobre operações com recibos de ações brasileiras no exterior.

Medidas

Mas o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou ao jornal "O Estado de S.Paulo" que está satisfeito com as medidas implementadas até o momento. "Mantega falando que não tem nenhuma medida no forno tirou um pouco o medo do pessoal de romper (o nível de) R$ 1,70", disse Francisco Carvalho, gerente de câmbio da corretora BGC Liquidez.

Ainda há, no entanto, um suporte importante, afirmou Carvalho, que vê uma redução da liquidez quando a moeda aproxima-se desses níveis. Segundo ele, é difícil avaliar a extensão de uma possível valorização adicional do real e, por isso, potenciais vendedores de dólares ficam mais hesitantes.

O que pode fazer a diferença para o rompimento do suporte, segundo Carvalho, é o mercado internacional. "O ponto é o euro. [O real pode se valorizar] se lá mantiver esse nivel de US$ 1,51 (por euro) e continuar subindo", disse.

Autor: Reuters
Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Economia_N ... QUEDA.html