•  
     

Os mais e os menos seguros do mundo

Mapa_Fisico_Relieve_Mundo_2007_CIA.jpg
Mapa_Fisico_Relieve_Mundo_2007_CIA.jpg (16.31 KiB) Visto 57 vezes


Segundo o Global Peace Index de 2009, publicado pelo Washington Post, os países mais seguros do mundo são Nova Zelândia, Dinamarca, Noruega, Islândia, Áustria, Suécia, Japão, Canadá, Finlândia e Eslovénia.
Já os 10 mais inseguros são Iraque, Afeganistão, Somália, Israel, Sudão, R. Democrática do Congo, Chade, Paquistão, Rússia e Zimbabué.
Portugal encontra-se em 14º lugar, uma boa posição nesta lista.
Já os EUA estão em 83º, o que só admira os conservadores, que pensam que é aumentando os meios e o nº de agentes policiais que a criminalidade se reduz.
Estes senhores nunca ouviram falar com certeza em "eliminar o mal pela raiz". Falo da pobreza e desigualdade social, os principais causadores da criminalidade.
É uma questão de dar uma olhadela á lista e perceber o que quero dizer. São os países mais desenvolvidos aqueles que regra geral são os mais seguros, e não os que mais PIB investem na segurança.
Existem no entanto aqueles que estão no fundo da lista não tanto por culpa das suas políticas (embora também em grande parte) mas sobretudo porque certo dia, um país retrógrado de conflitualistas e imperialistas decidiram ataca-los procurando derrubar os seus opositores externos e ficar com os seus recursos naturais mais valiosos - falo claro da atitude dos EUA face ao Afeganistão e Iraque mas também do Paquistão, que sofre agora as consequências da desastrosa invasão americana do Afeganistão e consequente infiltração de talibãns nas áreas tribais, e da aliança Bush-Musharraf que fez todos pensarem que o ditador paquistanês estava interessado em combater os extremistas religiosos dos eu país e não em dividir-lo para reinar.
Mais uma vez, os resultados provam-nos que a guerra, a opressão policial e as amizades com ditadores só pioram a qualidade de vida das pessoas.