•  
     

Os games mais longos dos últimos tempos!

Descubra quais jogos vão deixar os jogadores grudados em suas cadeiras por mais tempo!

É fato que cada jogador tem seus gostos pessoais e prefere um tipo de jogo. Alguns gostam de muita ação, e destruição a cada segundo, enquanto outros preferem pegar leve, raciocinar e depender menos de reflexos no gatilho de um lança mísseis portátil, e mais de pensamento estratégico cuidadoso e preciso. Já outros preferem mergulhar de cabeça em um mundo alternativo e conhecer cada parte de um universo completamente diferente do nosso.

Normalmente, aqueles que preferem ação e intensidade são fãs de jogos de tiro em primeira pessoa, e gostam de games mais curtos, mas que mantenham o padrão de adrenalina bastante alto do começo ao fim. Porém, a sensação de ver seu pensamento estratégico dar certo ou de sentir que está incluído em um mundo paralelo é algo que leva mais tempo. Às vezes, essa duração excede dezenas de horas, e este artigo é dedicado a esses jogos, que tomam uma parte considerável do tempo dos jogadores que mergulham de cabeça nos seus games.

Mundos alternativos

Jogos de RPG normalmente levam muito mais tempo para serem finalizados do que os games de ação. Isso se deve não só ao fato de haver mundos enormes para serem explorados, mas também à demanda normalmente grande de desenvolvimento de personagem. Um personagem de RPG evolui conforme ganha experiência em seu mundo, e suas habilidades estão diretamente ligadas a este tipo de evolução.

oblivint1.jpg
oblivint1.jpg (27.95 KiB) Visto 261 vezes


Alguns jogos do gênero são mais rápidos neste desenvolvimento, e dão uma ênfase maior em outros aspectos, mas outros simplesmente não poupam esforços para utilizar o tempo dos jogadores mais pacientes. Um excelente exemplo de jogo que demora muito, mas muito mesmo, para proporcionar para o jogador um personagem poderoso é o clássico RPG Oblivion, da Bethesda Softworks. Uma aventura completa, do começo ao fim do jogo, pode exigir mais de cinquenta horas de um jogador dedicado.

Para alguns isso é um ponto bastante forte, ainda mais em um game como Oblivion, que preza por representar um mundo vivo e interativo, com diversos aspectos de um realismo fantástico. Cada região tem plantas características, que podem ser utilizadas pelo jogador, assim como cada tipo de inimigo tem suas vulnerabilidades e estilos de combate. Desbravar este mundo imenso é uma tarefa e tanto. Este é um legado de seu antecessor, Morrowind, que também levava dezenas de horas para ser completado.

Porém, toda essa duração é apenas um reflexo da liberdade proporcionada pelo jogo. Ironicamente, essa liberdade também garante que partes absolutamente enormes de Morrowind podem ser puladas, tornando possível uma “speed run” como esta, na qual o jogador finaliza o jogo em menos de dez minutos:



Outro famoso RPG que consome horas e horas dos jogadores mais ágeis é Star Wars: Knights of the Old Republic, que, além de ter um título bastante longo, também se estende por mais de trinta horas. O que torna este jogo tão envolvente é o fato de que o sistema de moralidade característico da série Guerra nas Estrelas, que contrapõe os dois lados da lendária “Força”, depende inteiramente do desenvolvimento do personagem e influencia este processo. Um personagem que cai para o lado negro da força começa a sentir efeitos desta degradação moral em sua pele, literalmente.

Além disso, o jogo tem um roteiro bastante complexo, que aborda a moralidade de uma maneira dualista, porém sutil, e também conta com dezenas de personagens com personalidades distintas, e diversas tarefas com variados graus de complexidade, que podem tomar minutos ou horas para serem finalizadas. Tudo isso aliado ao sistema de desenvolvimento de personagem e de customização do sabre de luz garante muito tempo de jogo.

swkotorint.png


Star Wars: Knights of the Old Republic é um game no formato pelo qual a empresa desenvolvedora, a Bioware, ficou conhecida. Os títulos mais célebres da empresa trouxeram verdadeiras revoluções na maneira com que RPGs são desenvolvidos, e a longevidade de seus jogos é lendária. Os clássicos da série Baldur’s Gate, sobretudo o segundo game da franquia, levavam o jogador para um mundo complexo e vasto, que levava dezenas de horas para ser completamente explorado.

Porém, o legado da Bioware não para por aí: a engine utilizada no game Neverwinter Nights, que é notavelmente longo, foi retrabalhada para o excelente The Witcher. Este é um jogo que, como se não fosse longo o suficiente, apresenta decisões morais de longo prazo, que só tomam efeito horas e horas depois. Isso garante que, além de desbravar um mundo que leva dezenas de horas para ser descoberto, o jogador terá motivo para repetir a dose diversas vezes, para ver todas as possibilidades oferecidas.

Estrategistas virtuais

civsins.jpg
civsins.jpg (47.63 KiB) Visto 261 vezes


Nem sempre os jogos que tomam mais tempo do jogador são RPGs. Alguns games de estratégia têm uma duração semelhante, senão ainda maior. Um excelente exemplo é a franquia Civilization. O jogo é baseado em turnos, e simplesmente narra a evolução de uma civilização ao longo de milênios. Não é de surpreender que uma partida contra um número relativamente grande de outros jogadores possa levar uma ou várias tardes inteiras.

O controle de parâmetros como o número de inimigos, a quantidade de recursos disponíveis, a velocidade da passagem de tempo a cada turno, e o tamanho do mundo no qual a partida será desenvolvida, faz com que o jogo possa durar de alguns minutos até dezenas de horas, e os mais viciados em estratégia, e que têm uma cadeira particularmente confortável, podem passar dias inteiros envolvidos na história de uma civilização.

Longe das civilizações modernas, em um futuro distante, outro game se destaca por sua ambição: Sins of a Solar Empire é comparável a disputadas partidas de xadrez no que diz respeito à duração dos combates mais complexos. Em mapas mais extensos, com dezenas de sistemas repletos de planetas a serem explorados, uma partida pode levar dias para ser finalizada, dependendo dos parâmetros do jogo e da habilidade dos jogadores.

Outro destaque no quesito longevidade é o fantástico Spore. Este lendário jogo foi alvo de muita especulação durante seu longo ciclo de desenvolvimento, e ao ser lançado não decepcionou os jogadores mais ansiosos. É um game que simplesmente narra a evolução de uma espécie desde um microorganismo até uma raça de criaturas que domina o sistema solar e eventualmente uma galáxia inteira.

sporeint1.jpg
sporeint1.jpg (14.22 KiB) Visto 263 vezes


Já dá para sentir o tamanho do jogo só pela sua proposta, porém conduzir um ser vivo desde uma forma de microorganismo até uma civilização intergaláctica é a parte mais curta do jogo! O que realmente toma um tempo absolutamente enorme é a última fase do desenvolvimento, quando o jogador leva sua criatura para os confins do espaço sideral. O jogo apresenta uma quantidade simplesmente absurda de sistemas para serem colonizados, dispostos de maneira aleatória. O troféu de longevidade vai, sem dúvida, para Spore, pois o game simplesmente não tem fim!

Em ação

Porém, não se engane: duração não é apenas um atributo de games de RPG ou estratégia. Os games da série GTA também são famosos por suas longevidades, graças ao fato de que, uma vez que todas as missões são completadas, as cidades nas quais cada um dos títulos são ambientados ficam completamente liberadas para o jogador explorar ou aterrorizar. O destaque vai para o mais recente jogo da série, GTA IV, que facilmente supera quarenta horas de jogo.

Mas o que faz jogadores dedicarem tantas horas de suas vidas a esses jogos? É claro que não basta um jogo ser longo para ser atraente. Pelo contrário: para um jogador realmente aproveitar as longas horas das melhores partidas destes longos games, este tempo dedicado ao mundo alternativo disposto dentro do jogo deve ser divertido, dinâmico, inteligente e interessante. Então os games que têm uma reputação por serem mais longos do que todos os outros certamente merecem ser conferidos por todos!

Fonte: http://www.baixaki.com.br/info/1660-os- ... empos-.htm