•  
     

Operação contra embriaguez apreende nove veículos irregulare

Operação contra embriaguez apreende nove veículos irregulares

Nenhum motorista apresentou sinais de embriaguez.
De manhã, jovens foram flagrados e presos.

Nove veículos foram apreendidos na tarde desta sexta-feira (11), primeiro dia da operação Pressão Total, para coibir a embriaguez no trânsito. Foram cinco ônibus e quatro vans piratas recolhidos, além de 22 automóveis multados. Os carros foram apreendidos porque apresentaram a documentação irregular - no caso dos ônibus - e por transporte ilegal de passageiros - no caso das vans.

Segundo o Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), este ano já foram multados 15.420 veículos irregulares, sendo 189 ônibus de empresas regulares apreendidos. Nos nove pontos da operação desta sexta, foram feitas 330 abordagens, mas nenhum motorista foi flagrado com sinais de embriaguez.

A ação iniciou às 9h, no Terminal Rodoviário Américo Fontenelle, no Centro do Rio, e vai até 20h. A iniciativa reúne as secretarias de estado de Saúde e Defesa Civil, Governo, Transportes, Detro, Departamento de Trânsito (Detran), Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros.

Operação Pressão Total
A operação Pressão Total ocorre diariamente na Ponte Rio-Niterói, na Avenida Presidente Kennedy, em Caxias, na Baixada, na Avenida das Américas, na altura do Barra Shopping, na Zona Oeste, na Avenida Presidente Vargas, na altura do Sambódromo, na Avenida Rodrigues Alves, na Estrada da Capoeira, em Campo Grande, Zona Oeste e Ilha do Governador, no subúrbio.

No total, estão em funcionamento no Rio sete pontos fixos e dois volantes. Nestes locais, já havia diariamente fiscalização do Detro, reforçada agora com as equipes dos demais órgãos e com o etilômetros para medir o grau de embriaguez dos motoristas. À noite também haverá operação com duas equipes, que atuarão em quatro locais distintos das zonas Sul e Oeste da capital.

Níveis de álcool
Os motoristas flagrados embriagados com níveis de álcool superiores 0,6 dg/L no sangue e 0,3 mg/L de ar no pulmão podem ser detidos de seis meses a três anos, terão a carteira de habilitação recolhida e serão multados em R$ 957,70. Os documentos recolhidos são encaminhados ao Detran para que se inicie o processo administrativo que pode culminar com a suspensão da habilitação por 12 meses. Quem se recusar a usar o bafômetro será encaminhado à delegacia para que sejam tomadas as providências cabíveis.

Dados do Detran mostram que o álcool é responsável por 50% dos acidentes ocorridos no estado. Diariamente, são registradas sete mortes por acidente no estado e 2.555 por ano. De cada sete óbitos, três são na capital. Entre as vítimas do trânsito na cidade do Rio, metade são motoristas alcoolizados. Com a operação, o Detro espera reduzir o índice de acidentes por uso excessivo de álcool pela metade, salvando mais de 600 vidas ao ano.




Jovem preso por embriaguez
Na parte da manhã dois jovens foram detidos por policiais militares do Batalhão Florestal no Viaduto da Perimetral, no Centro do Rio. Segundo informações da 18ª DP (Praça da Bandeira), o motorista apresentava sinais de embriaguez.

Dentro do veículo, a polícia encontrou latas de cerveja e garrafas de bebidas alcoólicas. Segundo a polícia, os suspeitos estariam trafegando em ziguezague no viaduto quando foram abordados pelos policiais. Ao serem abordados, o carona teria xingado os policiais e feito gestos obscenos.

Os dois foram encaminhados para a 18ª DP, onde será registrada a ocorrência. A delegacia solicitou um etilômetro e conseguiu comprovar que o motorista estava embriagado. Segundo a polícia, o carona, que teria insultado os policiais, poderá ser indiciado por desacato à autoridade.

Eles pagaram fiança e foram liberados. O carona responderá por desacato a autoridade.



Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL ... 06,00.html