•  
     

O Misterioso Vale da Morte

O Vale da Morte é cheio de beleza e adjetivos, porém o que mais chama atenção da comunidade cientifica e dos caçadores de mistérios, sem dúvida nenhuma, são as misteriosas pedras que andam e deixam rastros...

Panoramico.jpg
Panoramico


O Foco deste mistério é o Vale da morte, localizado no lado ocidental do Parque Nacional Vale da Morte, Califórnia, EUA. Fica próximo da cidade de Ridgecrest. Onde temos uma temperatura média é de 30º a 45º C no calor , e durante a noite o frio chega a 5º C. A geografia do vale, é composta de montanhas, planícies desérticas, dunas, grandes lagos, vulcões extintos e grandes áreas de sal.

O Vale da Morte é cheio de beleza e adjetivos, porém o que mais chama atenção da comunidade cientifica e dos caçadores de mistérios, sem dúvida nenhuma, são as misteriosas pedras que andam e deixam rastros...

Este lago seco, propicia um intrigante enigma geológico; pedras atravessam sua superfície plana, deixando misteriosos rastros. Muitas destas rochas são pequenas, algumas de tamanhos médios e outras grandes, podendo chegar a 320 quilos.

A pergunta é: que força estranha é esta, que faz uma pedra andar por mais de 880 metros ???

Satelite.jpg
Satelite
Satelite.jpg (14.23 KiB) Visto 12377 vezes


Dunas.jpg
Dunas
Dunas.jpg (10.69 KiB) Visto 12375 vezes


Deserto_Neve.jpg
Deserto_Neve
Deserto_Neve.jpg (7.42 KiB) Visto 12372 vezes


Nesta foto vemos um dos maiores contrastes do Vale; o deserto com seu calor insuportável e ao fundo as montanhas coberta de gelo

Rastro_Homem.jpg
Rastro_Homem
Rastro_Homem.jpg (18.97 KiB) Visto 12365 vezes


Nesta foto temos um homem observando o rastro de um destas rochas

Hipóteses

Muitos pesquisadores, quebram a cabeça para tentar desvendar este mistério. Lendas e hipóteses não faltam para explicar o fenômeno. Contudo nos últimos anos, com o avanço da tecnologia, cientistas puderam elucidar, ou pelo menos apresentar, uma explicação mais coerente, afinal cogitou-se até que fossem fenômenos ufológicos, ou obra do além.

O lago se localiza entre as montanhas Cottonwood. Durante o período de chuvas, as águas descem das montanhas, irrigando toda a superfície do lago. O calor do Vale da Morte logo trata de evaporar a água , deixando uma lama, que endurece e ______ o solo, formando assim um lindo mosaico de polígonos. Partindo destas observações surgiram as mais confiáveis explicações para o fenômeno

Superficie_Lago.jpg
Superficie_Lago
Superficie_Lago.jpg (23.84 KiB) Visto 12364 vezes


Detalhe da superfície do lago

O que são estas marcas?

As marcas são sulcos na superficiais do lago seco, formando extensos rastros, sugerindo que as rochas teriam se movido provavelmente quando o solo ainda estava mole e úmido. Isto que dizer que elas não se movem quando a terra esta seca.

Ninguém nunca presenciou o movimento de destas rochas.

Uma das teorias mais aceitas; coloca a gravidade como a culpada pelo fenômeno;

Quando o lago, se encontrava com uma fina camada mole e úmida lama, está com a superfície propícia para receber pedras que deslizam da montanha circundante ... estas rochas alcançam as margens e deslizam variando sua trajetória pela densidade da camada de lama, e por rajadas de ventos ocasionais.

Mas como explicar rastros com mais de 800 metros?

Outra curiosidade; o lado norte do lago é mais alto que o lado sul. e as pedras movem-se para o lado mais alto, o que torna o fenômeno mais estranho.

Alguns pesquisadores acreditam que as águas das chuvas amolecem a camada do lago, e a força da água move a pedra , afinal a superfície lisa e mole, diminuí o atrito tornando a pedra leve. Depois a lama seca e pronto a pedra está em um novo local. Repetindo estes mesmo processo , uma pedra poderia levar centenas de anos para fazer um rastro muito extenso.

Descobriu-se que a maior parte do das pedras moveram-se do sudeste para o noroeste, isto é muito interessante, afinal é nesta direção que prevalece o sentido dos ventos na região.

Um estudo mais recente, utilizando-se de equipamentos com alta tecnologia, descobriu que na parte sudoeste do lago, a cadeia de montanha e rochas favorecem a formação de um túnel de vento, um foco poderoso de energia que muda de direção na superfície do lago. É justamente nesta área que há um maior número de rochas, e com os rastros mais variados. Sugerindo assim que a força deste vento combinada com a superfície úmida do lago, que gera um baixo atrito da rocha com o solo, promove seu movimento. Segundo estes mesmos estudos alguns dos trajetos teriam levado mais de 5 mil anos até terem sido formados.

Sylvia.jpg
Sylvia
Sylvia.jpg (19.45 KiB) Visto 12362 vezes


Algumas rocha foram nomeadas, está se chama Sylvia

2_rochas.jpg
2_rochas
2_rochas.jpg (13.67 KiB) Visto 12358 vezes


Os rastros de duas rochas na superfície do lago

trajetoria.gif
trajetoria
trajetoria.gif (1.14 KiB) Visto 12352 vezes


Esta é a trajetória da Rocha batizada pelo nome de Linda, estudos indicam que ela teia levado cerca de 4 mil anos para percorrer 420 metros

rocha_rastro.jpg
rocha_rastro
rocha_rastro.jpg (14.29 KiB) Visto 12353 vezes


Rocha e seu rastro.


Compare o tamanho desta pedra , com o tamanho da mulher.


Rastros de uma pessoa feito quanto a superfície do lago ainda estava úmida e mole, apos uma das raras chuvas do deserto.


Imagem de um casal, observando a pedra e seu misterioso rastro.

pedra_mulher.jpg
pedra_mulher
pedra_mulher.jpg (15.77 KiB) Visto 12349 vezes


rastro_pessoa.jpg
rastro_pessoa
rastro_pessoa.jpg (17.98 KiB) Visto 12352 vezes


observando_rastro.jpg
observando_rastro
observando_rastro.jpg (8.8 KiB) Visto 12347 vezes


Fonte: http://www.sobrenatural.org/materia/det ... _da_morte/
 
Após ler a matéria, descobri que. O que provoca os rastro da pedra é a sombra causada pela mesma, enquanto a lama seca, a argila do lago esposto ao calor e ao frio munda de formato deixando mais ligada ou afastada de acordo com a úmidade causando rachamento, e frio da sombra se encarega de atrazar ou adiantar o secamento da argila. Se querem fazer a prova coloquem uma outra pedra sem rastro e molhe ao redor o suficente para sercar ao Sol, depois que secar observe que ela não saiu do lugar mas deixou rastro. Mas tem que ser no mesmo tipo de argila, e no Sol escaldante.
d!nhOBoy Escreveu:Josivan
 
BRILHANTE sua tese! Sua "luz" também faz curvas, como os rastro deixados?
 
Este é o mesmo caso dos circulos nos campos de plantaçõs da Inglaterra. Quem arrastou as pedras não divulgou as imagens do fato. Tudo para fazer um mistério.
 
isso é um aérolito do chapolin colorado!!!!!!!!!
 
Resposta: Deus!!!!

"Dizem q Deus age por caminhos misteriosos,
só não nos dizem o quanto esses caminhos podem ser misteriosos".


Considere-se avizado!
 
Isso ae, foi deus quem empurrou essas pedras, sua explicação com certeza é a mais clara...

Rídiculo ¬¬
 
Pois é,
Muito boa esta reportagem, bem compilada. E procurei bastante até achar esta com tanta informação.

Talvez possam através destes percursos feitos pelas pedras ajuizar fatores climáticos de efeitos cíclicos, como o El ninho. Pois algumas estão se movendo e mudando de direção faz alguns milênios... Achei fenomenal a predominância de um sentido no exemplo dado... Embora em “três grandes ciclos”, dois em uma direção e um no meio na oposta... Algum fenômeno fez acontecer e depois refez no caminho oposto! E deve voltar, seguindo o raciocínio!
 
Acho que ó solo se move quando a lama está úmida, e a pedra fica no mesmo lugar, ou pouco se move deslizando pra onde a terra lisa a levar... As curvas seriam provocadas pelas partes mais lisas durante a formação da lama...
 
Nda a veer :D