•  
     

" O Lençol Florido "

:: Foi no dia 05/03/2009 minha avó tinha morrido e fomos ao velório foi tudo muito estranho só tinha a gente da família no velório o resto das pessoas só freqüentavam a mesma seita que ela . Depois do velório fomos a leitura do testamento ,a única coisa que tinha era uma casa velha em um sitio isolado que lá tinha deixado para nos, na semana seguinte fomos ver esta tal casa, estava empoeirada e precisando de uma reforma,mas tinha nenhum móvel fomos no porão é lá tinha um baú estouramos o cadeado e o abrimos dentro dele tinha um lindo lençol florido e uma carta. Levamos ela para nossa casa minha mãe guardou a carta e forrou o lençol em sua cama ,mas todo dia de manha ela e meu pai reclamavam que a noite escutavam gritos de socorro, passadas duas semanas ela tirou o lençol e o guardou no guarda-roupa por incrível que pareça os gritos de socorro pararam, na semana seguinte resolvemos ler aquela carta sentamos todos na cozinha minha mãe pegou a carta e quando fomos abrir começaram os gritos de socorro, mas bem altos ignoramos, pois pensamos que fosse na vizinha, pois seu marido é alcoólatra e vive batendo nela,abrimos a carta e começamos a ler nela falava assim :jamais abam esse lençol nele existe a maldição das moças ,que foram nele aprisionadas por eram bruxas, mas se vestiam como flores foram nele aprisionadas e apareceram flores . Pegamos o lençol levamos até a casa velha e colocamos de volta no baú e fomos embora na semana seguinte a casa pegou fogo um garimpeiro que passava por lá disse que luzes saiam da casa como espíritos e iam em direção a lua.

Fonte: http://www.mrmalas.com/lendas/view.asp?id=10931