•  
     

Museu argentino expõe múmias de crianças encontradas em vulc

Arqueólogos acreditam que elas tenham sido sacrificadas como oferenda a um deus inca.
Esta é a primeira vez que as múmias podem ver vistas pelo público.


As três múmias conhecidas como “Crianças de Llullaillaco”, descobertas em 1999 no topo de um vulcão da Argentina, poderão ser vistas pela primeira vez pelo público no Museu de Arqueologia de Alta Montanha, na província de Salta (norte do país).

“A Donzela”, de aproximadamente 15 anos, a “Menina do Raio”, de 6 anos, e o “Menino”, de 7 anos, foram encontrados em março de 1999 no topo do vulcão Llullaillaco, nos Andes, a 6.730 metros de altitude. Acredita-se que as crianças tenham sido sacrificadas como oferenda a um deus inca há mais de 500 anos.

Visitantes observam “A Donzela”..jpg
Visitantes observam “A Donzela”.


Com as múmias havia mais de 150 objetos, também exibidos no museu da cidade de Salta, 1.510 km a noroeste de Buenos Aires. Segundo especialistas, as condições ambientais garantiram a boa preservação das múmias.

“Estas crianças que há vários anos cederam sua terna vida a um propósito divino em um lugar mais próximo ao sol, hoje nos transmitem a sabedoria milenar dos povos que habitaram o mundo andino”, diz o site do museu. “Não são simples objetos expostos em uma vitrine. São seres humanos, cuja exibição pode gerar diferentes tipos de reações e sentimentos. Por este motivo, o visitante pode escolher se deseja ou não observar os corpos, sempre com muito respeito e silêncio”, alertam os curadores.

O museu, criado para exibir o achado, apresenta imagens e explica a forma como as crianças foram encontradas no site http://www.maam.org.ar.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/PopArte/0, ... 84,00.html
 
EU VOU QUERER SABER DE MUSEI HAHAA'!