•  
     

Mulheres se envolvem menos em acidentes com vítimas

mulhervolante.jpg
mulhervolante.jpg (32.06 KiB) Visto 105 vezes


Quantas vezes você já escutou a preconceituosa frase: “Mulher no volante, perigo constante” ou não viu alguém comentar: “tinha que ser mulher mesmo”. Deixando de lado a boa dose de machismo que envolve estas frases, uma pesquisa do DENATRAN comprovou que é exatamente o contrário, as mulheres se envolvem em menos acidentes com vítimas que os homens.

A pesquisa revela que dos condutores envolvidos em acidentes de trânsito com vítimas, ocorridos de 2004 a 2007, apenas 11% eram mulheres.

De acordo com o levantamento, 1.702.738* de condutores estiveram envolvidos em 1.574.829 acidentes de trânsito com vítimas registrados nesse período.

Considerando a média de condutores envolvidos identificou-se que 71% eram homens, 11% mulheres e 18% não informados.

De acordo com o Registro Nacional de Carteiras de Habilitação (Renach), até dezembro de 2008 o Brasil tinha registrado 45.137.916 de condutores, sendo que 33% desse total são do sexo feminino.

Em 2004 eram 10.374.385 de mulheres habilitadas, já em dezembro de 2008 o total chegou a 14.999.114, um crescimento de 44% em quatro anos.

Na categoria “A”, necessária para a condução de motocicletas, são 2.534.242 de mulheres habilitadas, quase 50% a mais do que em 2004.

*Em um acidente de trânsito pode haver mais de um condutor envolvido.

Acidentes de trânsito com vítimas: incluem-se acidentes com vítimas fatais ou feridas.

Fontes:
DENATRAN
http://www.dirigindoseguro.com.br/?p=144