•  
     

Mulher é presa após "sequestrar" internauta que negou sexo a

Uma mulher no norte da França foi presa por ter "sequestrado" em sua casa um homem que ela conheceu em um site na internet e que se recusou a ter relações sexuais com ela, após tê-la encontrado pessoalmente.

O homem de 43 anos da cidade de Lille, no norte da França, cujo nome não foi divulgado pela polícia francesa, conheceu pela internet na noite do último domingo uma mulher de cerca de 50 anos, que dizia se chamar Irène.

Eles se conheceram no site Yes! Messenger, com forte conotação _____, que promete "encontros rápidos, tórridos e sem complexos", informa nesta terça-feira o jornal "Le Parisien".

Após uma intensa troca de mensagens no site, a mulher o convidou para ir à sua casa, na cidade de Roubaix, nos arredores de Lille, a cerca de dez quilômetros da residência do internauta.

Mas o homem, que esperava encontrar "uma mulher sexy na faixa de 50 anos", se decepcionou totalmente com a aparência física dela --que tem baixa estatura e problemas de excesso de peso, escreve o "Le Parisien".

Porta arrombada

Ele quis ir embora, mas a mulher bloqueou a passagem e o impediu de deixar o local. Ela trancou a porta do apartamento e exigiu ter relações sexuais com ele.

O internauta conseguiu ligar para a polícia, que foi ao local e teve de arrombar a porta do apartamento, já que a mulher se recusava a abri-la.

Através da porta, os policiais, pouco acostumados a esse tipo de operação, ouviam os pedidos de socorro do homem, diz o jornal francês.

"Ele contou ter conhecido a mulher na internet e disse que ela não queria libertá-lo enquanto não tivesse relações sexuais com ele", afirmou um dos investigadores.

Após arrombar a porta, a polícia encontrou a mulher nua no apartamento e em estado de forte embriaguez.

Ela foi levada à delegacia e detida para interrogatório. O internauta, que não ficou ferido, prestou queixa por "sequestro".

"Ele deverá, no futuro, ser mais prudente em relação à escolha de suas companheiras na internet", disse o "Le Parisien".


FONTE http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ ... 0857.shtml