•  
     

morte: frases e pensamentos.

morte.jpg


Possuis apenas aquilo que não perderás com a morte; tudo o mais é ilusão.
(Autor desconhecido)

A vida revela-se ao mundo como uma alegria. Há alegria no jogo eternamente variado dos seus matizes, na música das suas vozes, na dança dos seus movimentos. A morte não pode ser verdade enquanto não desaparecer a alegria do coração do ser humano.
(Tagore, escritor indiano)

O homem que envelhece vai tomando gradativamente consciência de que não é eterno. Agita-se menos e, assim, os sons das vozes que vêm do além se fazem ouvir.
(Romano Guardini)

Os homens são como ondas: quando uma geração floresce, a outra declina.
(Homero)

Aconteceu-nos uma coisa realmente curiosa: tínhamo-nos esquecido de que temos de morrer. É esta a conclusão a que chegaram os historiadores depois de terem examinado todas as fontes escritas da nossa época. Uma investigação realizada nos cerca de cem mil livros de ensaio publicados nos últimos vinte anos mostraria que apenas duzentos deles (0,2%, portanto) tocavam o problema da morte. Livros de medicina incluídos.
(Pierre Chaunu)

A morte é a coisa mais segura e firme que a vida inventou até agora.
(Emil Cioran)

A duração da nossa vida é de setenta anos; e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta, a medida deles é canseira e enfado; pois passa rapidamente, e nós voamos.
(Salmo 90, Bíblia)

Aquilo que verdadeiramente é mórbido não é falar da morte, mas nada dizer acerca dela, como hoje sucede. Ninguém está tão neurótico como aquele que considera ser neurótico decidir-se a pensar sobre o seu próprio fim.
(Philippe Ariès)

Entre a sociedade de hoje e os intelectuais medeia um entendimento tácito. «Conto contigo - dizem os leitores - para que me forneças os meios para esquecer, disfarçar, negar, em suma, a morte. Se não cumprires este encargo, expulso-te, ou seja, não te lerei».
(Louis Vincent Thomas, antropólogo francês)

Esquecer-se da morte e dos mortos é prestar um péssimo serviço à vida e aos vivos.
(Philippe Ariès)

Um túmulo basta agora àquele para quem não bastava o mundo inteiro.
(epitáfio de Alexandre Magno)

Morrer é apenas não ser visto. Morrer é a curva da estrada.
(Fernando Pessoa)

O homem fraco teme a morte, o desgraçado chama-a; o valente procura-a. Só o sensato a espera.
(Benjamin Franklin)

Como um mar, ao redor da soleada ilha da vida, a morte canta noite e dia a sua canção sem fim.
(Tagore)

Não é de morrer que tenho medo. É de não vencer.
(Jacqueline Auriel)

O coração humano recusa-se a acreditar num universo sem uma finalidade.
(Kant)

Começamos a morrer no momento em que nascemos, e o fim é o desfecho do início.
(Marcus Manilius)

Para avaliar a importância real de uma pessoa, devemos pensar nos efeitos que sua morte produziria.
(François Gaston de Levis)

Os esqueletos dos reis são apenas esqueletos.
(Mikhail Naimy)

Tentemos viver de tal modo que, quando morrermos, até o homem da agência funerária lamente a nossa morte.
(Mark Twain)

Quando morremos, deixamos atrás de nós tudo o que possuímos e levamos tudo o que somos.
(Autor desconhecido)

Congratulamo-nos, às vezes, no momento em que despertamos de um sonho lúgubre. Poderia ser assim no momento que se segue à morte.
(Nathanael Hawthorne)

Morremos um pouco cada vez que perdemos um ente querido.
(Publilius Syrius)

A certeza da morte tem menos influência sobre a conduta do homem do que seria de esperar.
(A L. Gordon)

oito dias com febre! Poderia ter escrito mais um livro...
(Honoré de Balzac, antes de entrar em coma)

Nada de monumento coberto de elogios. O meu epitáfio será o meu nome, nada mais.
(Byron)

O que é belo não morre: transforma-se em outra beleza.
(Balley Ardrich)

Not dead, but gone before - Não morreram, partiram primeiro.

(Ditado inglês)