•  
     

Misteriosa explosão no céu do Alasca

Misteriosa explosão no céu do Alasca

Um flash luminoso seguido de uma explosão tão forte que fez a terra tremer ocorreu no Alasca, no dia 8 de janeiro de 99. Milhares de pessoas testemunharam o fato. Disseram que tiveram a impressão que um meteoro havia explodido a alguns quilômetros da superfície terrestre

Donald Martins, professor de astronomia na Universidade do Alasca, em Anchorage, não chegou a ver a explosão que emitiu luzes verdes, vermelhas e azuis por todo o Centro-Sul do Alasca. Mas, baseado em depoimentos de testemunhas, ele e outros cientistas acreditam que as luzes vieram de um meteoro, ou fragmento de meteoro, provavelmente do tamanho de uma abóbora, que teria explodido a cerca de 80 km da superfície terrestre.

"É quase certo que tenha sido isso", comentou ele à imprensa local. "Eles não são incomuns. Mas é muito raro que um deles exploda e possa ser ouvido". Dezenas de pessoas telefonaram às autoridades locais para informar sobre a explosão, que ocorreu por volta das 22h30. A maioria das testemunhas diz ter visto um imenso flash de luz, seguido, minutos mais tarde, pela explosão. O barulho foi tão violento que estremeceu casas em cidades bem distantes umas das outras, como Palmer, Wasilla, South Anchorage e Sutton.

Gina Gilmore, uma das testemunhas, viu o flash de luz e ouviu a explosão perto de Palmer. Ela conta que foi para a rua e se juntou a outras pessoas. Todos eles pensavam, inicialmente, que se tratava de um meteoro ou estrela cadente. "Mas foi uma explosão tão forte que ficamos pensando se não se tratava de um míssil, alguma coisa elétrica ou algo dos Arquivos-X". Para reforçar a hipótese de "algo dos Arquivos-X", três dias antes da explosão, testemunhas observaram um objeto luminoso voando através das Montanhas Chugach. "Imagine uma pedra fria voando em altíssima velocidade na nossa direção e ficando cada vez mais quente", comenta Greg Durochet, geólogo norte-americano que faz pesquisas no Alasca. "Isso é o que parece ter acontecido".

Embora possa ser pequeno demais para um meteoro, os cientistas dizem que pode tratar-se de um meteorito - fragmento de meteoro que cai na Terra. E para aguçar ainda mais a curiosidade geral, viajantes e pilotos informaram ter observado uma chuva de pequenos destroços na altura da Milha 141 da Rodovia Parks. Mas a polícia e os cientistas que se dirigiram para lá dizem não ter encontrado nada.

Fonte: http://www.fenomeno.matrix.com.br/fenom ... alasca.htm
 
massa :shock: