•  
     

Mistério no Vale da Morte



Nos Estados Unidos, no leito de um lago seco, na parte ocidental do Vale da Morte, um enigma intriga os cientistas e tem desafiado até agora qualquer explicação natural. Sobre a lama seca do solo, amontoam-se grandes blocos de pedra de mais de uma tonelada de peso cada. Primeiro mistério: eles não são naturais da região. Chegaram ali "depois" que o lago secou e deve desde logo ser afastadas as hipóteses de que sejam meteoros caídos do espaço. Não apenas o seu exame nega tal afirmativa, como se teriam fragmentado e se enterrado com o choque, e não ficado pousados no chão ressequido. O mais interessante é que estes blocos deixaram gravados no solo longos sulcos que indicam terem eles, em determinada época, se deslocado. São retas, curvas de compasso, ou voltas em ângulos de 90 graus, perfeitas. Houve quem levantasse a hipótse de ter sido o vento ou alguma enchente o responsável pelo deslocamento dos blocos graníticos. Isso não faz sentido por diversas razões: ventos ou marés capazes de empurrar blocos daquele peso apagariam facilmente seus rastros, e depois, os deslocamentos deveriam ter sido feitos todos no mesmo sentido, o que não acontece. Detalhe interessante: a profundidade dos sulcos onde as pedras se deslocaram é menor que nos pontos de onde saíram e das suas atuais posições, o que permite supor "terem sido tais pedras ligeiramente levantadas ao se deslocarem". Tudo isso ocorreu há milênios. Quem fez? E com o que?

Fonte: http://www.acasicos.com.br/html/vmorte.htm
Página inicial