•  
     

Milhares de sapos são mortos em festival na Austrália

Altamente tóxicos, os anfíbios põem em risco outras espécies animais.
Biólogos dizem que eles podem transmitir doenças como a salmonela.

Milhares de sapos venenosos foram sacrificados neste domingo (29) na Austrália em evento que foi celebrado pela população do país que estava tomado por uma praga dos animais. Muitos dos corpos dos sapos foram usados para fazer fertilizantes para as fazendas que eles mesmos destruíam. Centenas de pessoas participaram do evento em que os sapos foram mortos.

Os sapos haviam sido importados da América do Sul em 1935, numa tentativa de controlar os insetos que atacavam as plantações de cana-de-açúcar. O projeto fracassou porque os sapos não alcançavam os insetos, que viviam no topo das plantas.



Desde então, os anfíbios de reproduziram de forma rápida, e a grande população deles pôs em risco várias outras espécies locais de animais. Eles também espalham doenças como salmonela, e produzem um veneno altamente tóxico, que mata seus supostos predadores. O único riso para os seres humanos, entretanto, era se o veneno fosse ingerido.

Um político local criou o projeto de exterminação dos sapos, que foram capturados (vivos e sem serem machucados) na noite de sábado. Eles foram mortos por congelamento ou por asfixia em sacos contendo dióxido de carbono. Até mesmo grupos de de proteção contrários à crueldade com animais aplaudiram a iniciativa.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,M ... RALIA.html
 
Esses bichos nojentos tem é que morrer mesmo mais parece que enquanto mais eles morrem mais nascem mais aff :(