•  
     

Milan quer R$ 23 milhões para liberar Ronaldinho, diz jornal

Segundo o Corriere dello Sport, clube já estipulou valor para a saída do meia

Imagem


O atacante Ronaldinho Gaúcho chega a Milão, na Itália, neste domingo (18) para, acompanhado de seu irmão e empresário, Assis, definir sua situação no Milan. Ele segue sendo pretendido por muitos clubes. De acordo com o jornal Corriere dello Sport, só seria liberado por R$ 23 milhões (10 milhões de euros).

Entre os brasileiros, o Flamengo manifestou desejo explícito de repatriar o ex-jogador do Grêmio. O Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, também teria interesse em sua contratação. A diretoria do Milan, no entanto, deve fazer proposta para renovação de contrato do craque, mas com valores mais baixos.

De acordo com a publicação, Adriano Galliani, vice-presidente do clube milanês, não pretende fazer novo acordo por mais de 4 milhões de euros (R$ 10, 8 milhões). Para poupar dinheiro, a liberação de Ronaldinho sairia apenas por 10 milhões de euros (R$ 23 milhões). É o mesmo preço pelo qual o zagueiro Thiago Silva, também do Milan, é cotado.

Com os valores recebidos mais a economia em salário, a diretoria poderia voltar seus esforços para a contratação dos atacantes Ibrahimovic, do Barcelona, ou Dzeko, do Wolfsburg. O futuro de Ronaldinho Gaúcho, no entanto, deve ser mesmo em Milão. O time rossonero e seu empresário, Assis, descartaram um acerto com o Flamengo.
 
Esse é o cara!
 
Ele poderia ate mesmo decidir aquela derrota para Holanda !
 
Sim com o ele o brasil tava na final!