•  
     

MG Emprego: Caligrafia artística é oportunidade de trabalho

A coluna MG Emprego vai mostrar mais uma opção para quem quer entrar no mercado de trabalho. A caligrafia artística é uma área com grande demanda de serviços, mas faltam profissionais. E, para entrar num curso de calígrafo, nem é preciso ter a letra bonita.

Depois da aposentadoria, seu Sílvio decidiu se dedicar a caligrafia. É autodidata, diz que aprendeu imitando a letra do irmão, que achava bonita. Acabou se tornando professor.



O trabalho complementa a aposentadoria. Ele ensina três tipos de letras: a gótica, a rond francesa e a cursiva inglesa, muito usada em convites de formatura e casamento.

Em dez horas de aula, Caroline de 14 anos aprendeu os três estilos. Ela decidiu fazer o curso para escrever nos convites da festa de 15 anos.

A Escola Técnica dos Senac oferece curso básico: 66 horas de aula por R$ 280. De acordo com a professora, faltam profissionais no mercado.

Depois de fazer o curso, a bióloga Maria José montou o próprio negócio, dá aulas de caligrafia. Atualmente ensina quatro alunos. Lúcio se saiu bem.

Além das aulas, Maria José também faz caligrafia em convites. Para agregar valor ao trabalho, cria cartões, álbuns de bodas. Diz que poderia viver tranquilamente da atividade, a renda é garantida.

Fonte: http://globominas.globo.com/GloboMinas/ ... RENDA.html