•  
     

- MEDICINA INFANTIL

Guia do Pronto-Socorro Infantil

Batida na cabeça - Se a criança apresentar sintomas como desmaio, vômito, tontura, desorientação ou perda de memória, leve-a imediatamente a um pronto-socorro. Nos demais casos, coloque gelo sobre o local do trauma para diminuir o hematoma. Se após o acidente a criança quiser dormir, deixe-a em observação. Desperte-a de hora em hora, nas primeiras 4 horas após a pancada, e verifique se ele reconhece o local e as pessoas. Só a partir daí não interfira mais no sono.

Corte com sangramento - Lave com água corrente e sabão neutro. Se o sangramento persistir, comprima a região afetada com um pano limpo por alguns minutos. Cortes superficiais não precisam de curativo para cicatrizar. Cortes pequenos, porém profundos, devem ser cobertos com gaze apenas durante o dia. Procure um médico se o corte for grande.
Observação - Nunca use água oxigenada para limpar a área machucada. Além de eliminar as bactérias, a substância também mata as células brancas do sangue, aumentando o risco de infecção, e ainda dissolve o coágulo sanguíneo, o que retarda a cicatrização.

Convulsão - Afaste a criança de objetos que possam machucá-la. Coloque-a deitada de lado, com a cabeça apoiada sobre um travesseiro ou almofada, e segure o maxilar para manter sua boca aberta. Isso facilita a respiração e ajuda no caso de vômito. Espere a convulsão passar.
Observação - Nunca coloque colheres ou a mão para segurar a língua da criança. Não há perigo de ela engolir ou sufocar com sua língua durate uma convulsão.

Engasgo - Tente manter a calma e peça à criança para que tussa. Em geral, o alimento ou objeto é expelido naturalmente. Menos de dois anos devem ser colocados de bruços no colo, com a cabeça apoiada em uma de suas mãos. Com a outra mão, em forma de concha, dê cinco tapas firmes nas costas (entre as omoplatas) da criança, para ajudá-la a cuspir o que engoliu. Alternativa - Deixe a criança em pé e abrace-a por trás, colocando os dedos médio e indicador das suas mãos no abdome dela, logo abaixo das costelas. Faça cinco movimentos rápidos de pressão e descompressão. Observação - Nunca use o dedo ou qualquer outro objeto para forçar a criança a vomitar. Isso a deixa ainda mais nervosa, agitada e sem fôlego.

Mordida de animais - Limpe o ferimento com água corrente e sabão e leve a criança ao pronto-socorro imediata- mente. Se for possível, mantenha o animal em observação por dez (10) dias para saber se ele é portador de raiva.

Objetos engolidos - Se a criança engolir um objeto pequeno e não se queixar de dor ou salivar em excesso, aguarde a eliminação pelas fezes. Caso contrário, leve-a ao pronto-socorro. Uma radiografia poderá determinar o que deve ser feito. Objetos colocados no nariz ou ouvidos só devem ser retirados pelos pais e familiares se estiverem totalmente acessíveis, com a ponta para fora, e se a criança conseguir colaborar. Cuidado para não agravar a situação. O ideal é ir ao pronto-socorro. Observação - Nunca recorra a pinças ou cotonetes para retirar o objeto do ouvido ou do nariz - essa tentativa pode empurrá-lo ainda mais.

Perda de dente - O certo é pegar o dente quebrado e colocá-lo rapidamente sobre a sua língua ou da criança para limpá-lo com saliva - que é uma substância neutra. Em seguida, enfie o dente na cavidade de onde caiu (alvéolo) e segure com uma gaze, fazendo leve pressão. Depois coloque gelo o local para aliviar a dor e desinchar. Após esse primeiro atendimento, procure um dentista.
Observação - Nunca embrulhe o dente em gaze, o que o desidrata e dificulta o reimplante. Se não conseguir prestar o primeiro atendimento (descrito acima), coloque o dente quebrado dentro de um copo com leite para conservá-lo melhor.

Intoxicação - No caso de ingestão de substâncias tóxicas ou medicamentos, o ideal é entrar em contato com o Centro de Toxicologia da sua cidade para receber orientação de como agir. Se a criança ingerir solventes, querosenes, ácidos ou cáusticos, leve-a imediatamente a um pronto-socorro.
Observação - Nunca force o vômito, principalmente se a substância for derivada de soda cáustica, que queima os órgãos durante a ingestão e também quando expelida. O vômito deve ser induzido apenas no caso de alguns poucos produtos, e sempre até 1 hora depois da ingestão. Após esse período, a maioria das substâncias já foi absorvida pelo organismo.

Queimadura - A água é o melhor remédio para qualquer tipo de queimadura. Nos casos graves, quando atinge todo o corpo e até as roupas, leve a criança para o chuveiro frio. Para transportá-la ao hospital, enrole a região queimada com panos macios e supermolhados para manter a pele hidratada e aliviar a dor.
Observação - Nunca passe qualquer pomada ou creme no local da queimadura sem orientação médica.

Sangramento no nariz - Coloque a criança em pé ou sentada e faça uma leve compressão com as pontas dos dedos nas laterais do nariz, logo abaixo do ossinho, por cerca de 10 minutos. Outra opção é colocar compressa fria sobre o nariz para ajudar a contrair os vasos sanguíneos e estancar o sangramento. Se esse tipo de ocorrência for frequente, procure um otorrinolaringologista.

fonte:http://www.portalbrasil.net/medicina_infantil.htm