•  
     

Juliana Paes escolhe funks para tocar em seu casamento

Juliana Paes escolhe funks para tocar em seu casamento

Juliana Paes.jpg
Juliana Paes.jpg (12.46 KiB) Visto 3762 vezes


Com cerimônia marcada para dia 9 de setembro, no Itanhangá Golf Club, a atriz Juliana Paes quer uma festa alegre. Com convidados "bombando" na pista, como a própria faz questão de frisar, e sem restrição musical. Fã confessa de funk, a atriz será presenteada com a participação do amigo DJ Tubarão. Ele vai assumir o som para encerrar a noite com uma hora e meia de "batidões" como Glamurosa e Vem Kikando.
"É quando os convidados relaxam. Os homens afrouxam a gravata e as mulheres dançam até o chão", conta ele que cobra em torno de R$ 2.500. "Será presente para ela e para mim, que terei o privilégio de tocar numa data especial".

Antes dele, quem comanda as carrapetas durante a noite é o DJ Goody. Esse, sim, foi contratado pela atriz para ser o DJ principal do casamento (com cachê em torno de R$ 4 mil). "Juliana quer uma festa alto-astral. Não vetou nada, apenas pediu para priorizar o hip-hop, de que gosta muito, dance e house", diz Goody, que conta ainda as músicas que vão tocar no casamento de Juliana. Entre elas, Don¿t Stop The Music, de Rihanna, Take You There, de Sean Kingston, e Mina do Condomínio, com Seu Jorge.

Goody já tocou no casamento da atriz Danielle Winits e de Priscila Szafir, irmã do ator Luciano, e na gravadora Rastropop, é sócio de China, que foi o DJ principal do casamento da atriz Carolina Dieckmann.

Cachês chegam a R$ 7 mil
É comum celebridades contratarem mais de um DJ, além do principal, para uma participação. "Faço a cereja do bolo. Toco um set de duas horas", explica Felipe Venancio, especializado em house music, queridinho de Wanessa Camargo, Angélica e Daniella Sarahyba.

Venancio dividiu a cena com Zé Pedro nos casamentos de Wanessa e Sarahyba e teria cobrado em torno de R$ 7 mil. Ele diz que o formato do casamento mudou de oito anos para cá. "Veio a idéia de DJ como atração. Já o profi ssional de casamento toca de tudo um pouco e ainda combina com os noivos o repertório", compara.

Nessa linha do DJ celebridade, a febre entre as famosas atualmente é mesmo Zé Pedro, que também fez participação nos casamentos da cantora Claudia Leitte, da atriz Maria Ribeiro e da promoter Marina Morena, filha de criação de Gilberto Gil.

A noiva é quem manda
Para evitar problemas, há DJs que fazem reunião com os noivos para selecionar suas preferências musicas. É assim que Flávio Araruna, que tocou no casamento de famosos como Nívea Stelmann, costuma agir.

"A festa é de família, o importante é agradar a todos os gostos. A animação da noiva também é essencial. Nívea estava radiante", ressalta ele, que cobra em torno de R$ 1.500. "Flávio fez um ótimo trabalho. Ele sabe exatamente o que faz sucesso na pista", elogia a atriz.

Na contramão da maioria dos colegas, DJ Janot fez a fama por investir em música brasileira. Mas abre uma exceção quando é contratado para tocar em casamento. A não ser quando os noivos proíbem música estrangeira no repertório, como os casais Bruno Mazzeo e Renata Castro e Pedro Luís e Roberta Sá.

"Eles vetaram música internacional. Foi uma proposta diferente", lembra Janot, que tocou no casamento dos atores Thiago Lacerda e Vanessa Lóes. "Foi a cerimônia mais espetacular que fiz. Noivos e convidados estavam animadíssimos", diz ele, que competiu até com eclipse durante a noite. "Thiago mandou anunciar no microfone o eclipse e fiquei com medo de ninguém voltar", entrega.

A mesma preocupação não esquenta a cabeça do DJ Marlboro. Queridinho entre as famosas por dominar os "pancadões", ele surpreendeu a atriz Carolina Dieckmann quando seu nome foi anunciado para assumir as carrapetas no dia do seu casamento com o diretor de TV, Tiago Worcmann. "Carolina tinha ligado para me contratar, mas eu tinha compromisso. Só que acabou sendo desmarcado e pude realizar a vontade dela. Ela dava pulos de alegria."


créditos : http://exclusivo.terra.com.br/interna/0 ... mento.html