•  
     

Juiz manda YouTube tirar do ar vídeo com denúncia

Um juiz de Belo Horizonte (MG) determinou que o Google deve retirar do YouTube um vídeo que supostamente traz informações “caluniosas e difamatórias” sobre a empresa de engenharia e limpeza CSD. Caso a empresa não cumpra a liminar, terá que pagar R$ 2 mil por dia, com limite de R$ 60 mil. O juiz também decidiu que o Google deve identificar o responsável por colocar o vídeo no YouTube.

Assim que a empresa receber a intimação judicial, terá 48 horas para que tome as devidas providências. Caso não identifique o usuário, o Google será obrigado a pagar multa de R$ 500 por dia, com limite de R$ 25 mil.

No vídeo, a CSD, que faz a coleta de lixo na cidade de Lavras (sul de Minas), é acusada de pesar o lixo em dobro e causar prejuízo aos cofres públicos. Supostos ex- funcionários da empresa são citados como fontes para tais acusações.

No entendimento do juiz, a liminar deveria ser concedida porque o conteúdo do vídeo, caso seja inverídico, está causando prejuízos à CSD Engenharia e Comércio.

Fonte: Folha UOL