•  
     

Japonês de 93 anos comprova ser sobrevivente das duas bombas

Tsutomu Yamaguchi é o primeiro sobrevivente oficial das duas bombas.
Ele estava em Hiroshima e depois em Nagasaki nos ataques de 1945.

Tsutomu Yamaguchi.jpg
O japonês Tsutomu Yamaguchi, que sobreviveu às bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki (Foto: Reprodução/ The Guardian)


Um japonês de 93 anos se tornou a primeira pessoa a ser comprovadamente sobrevivente das duas explosões atômicas do ataque norte-americano ao país durante a Segunda Guerra Mundial. Tsutomu Yamaguchi já era considerado oficialmente um "hibakusha", sobrevivente da radiação da explosão na cidade de Nagasaki. Agora se confirmou que ele também sobreviveu à explosão em Hiroshima, três dias antes.


Yamaguchi estava em Hiroshima durante uma viagem de trabalho em 6 de agosto de 1945, quando um avião americano lançou uma bomba atômica na cidade. Ele sobreviveu com fortes queimaduras na parte superior do corpo, mas conseguiu voltar a sua cidade de Nagasaki no dia seguinte.


“Até onde sabemos, ele é o primeiro sobrevivente oficialmente reconhecido das duas bombas atômicas, em Hiroshima e Nagasaki”, disse um representante da prefeitura da segunda cidade. “É possível que haja mais casos como o dele”, completou.


A certificação oficial permite que o governo ofereça uma compensação financeira ao sobrevivente, incluindo uma renda mensal, atendimento médico gratuito e cobertura de gastos com funeral. Segundo a prefeitura, a compensação de Yamaguchi não vai ser aumentada por ele ter estado nos dois ataques.

O Japão foi o único país atacado por bombas atômicas na história. Cerca de 140 mil pessoas morreram na explosão de Hiroshima e 70 mil na de Nagasaki. Yamaguchi é uma das 260 mil pessoas que sobreviveram aos ataques. Milhares deles continuam buscando reconhecimento oficial de que são sobreviventes após o governo rejeitar o direito à compensação financeira. Depois de ouvir críticas de que os critérios eram muito complicados, o governo facilitou o processo no ano passado.

A exposição à radiação deixou seqüelas na maior parte dos sobreviventes. Não foi divulgada a situação de saúde de Yamaguchi.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,M ... MICAS.html