•  
     

Humor da internet chega às prateleiras das livrarias

Eles adoram café, chá, vinho e cervejas obscuras. São politicamente corretos, odeiam grandes corporações --mas mal conseguem aguentar de ansiedade quando um novo produto da Apple é lançado. Seguem alimentação vegetariana e adoram ir a brunchs aos sábados.

09177251.jpg
09177251.jpg (18.75 KiB) Visto 87 vezes


Escutam música independente e são fãs dos filmes de Wes Anderson. Viajam para locações exóticas, ficam hospedados em albergues e passam por aventuras incríveis, que são devidamente relatadas por e-mail aos amigos. Costumam ter um único amigo negro.

O "eles" em questão são as "pessoas brancas", matéria-prima do blog Stuff White People Like (coisas de que pessoas brancas gostam; stuffwhitepeoplelike.com), recheado de textos sarcásticos sobre os hábitos do americano branco comum --acusações de racismo, é claro, são refutadas pelo autor, Christian Lander, cujo site já foi visitado por cerca de 58 milhões de pessoas.

O sucesso on-line transformou os posts em livro. "Stuff White People Like" (ed. Random House, US$ 14) é um dos best-sellers do "New York Times" e encabeça uma tendência recente, a de levar blogs de humor para o mundo dos livros --o "New York Times" estima que o autor tenha assinado um contrato de US$ 300 mil.

Respaldados pela audiência, blogueiros viram autores e entregam aos leitores compilações dos melhores momentos.

Um exemplo é o "I Can Has Cheezburger?: A LOLcat Colleckshun" (posso comer um cheeseburguer?, uma coleção de gatos hilários; Gotham Books, US$ 10), que reúne posts do blog que o originou (icanhascheezburger.com), em que fotos de gatos em situações engraçadas e inusitadas ganham legendas nonsense.

Outro é o Skull-a-Day (skulladay.blogspot.com), que surgiu da ideia de Noah Scalin de fazer uma imagem de caveira a cada dia, ao longo de um ano. O livro "Skulls" (Lark Books, US$ 14,95) reúne 150 desenhos acompanhados por anedotas.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/info ... 7030.shtml