•  
     

Horário eleitoral e apoios de peso dão impulso a governistas

Horário eleitoral e apoios de peso dão impulso a governistas em 4 capitais

Além do apoio de importantes “cabos eleitorais” como governadores e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidatos a prefeito de quatro capitais multiplicaram seus índices de intenção de voto nas últimas pesquisas após a estréia da propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão, em 19 de agosto.

“Meu perfil que apareceu na televisão caiu no gosto da população”, comemora Márcio Lacerda (PSB), ex-secretário do governador Aécio Neves (PSDB) que tinha 8% das intenções de voto nas primeiras sondagens, passou a 40% no final de agosto e lidera a disputa em Belo Horizonte com 42%, segundo a última pesquisa Ibope.

Além de ter se tornado mais conhecido pela TV, Lacerda acredita que contribuíram para o seu crescimento nas pesquisas “a aliança muito grande de partidos, sendo 12 na formalidade, com mais de 600 candidatos a vereador” e “toda uma história de sucesso de cooperação entre o prefeito e o governador [Fernando Pimental, do PT, e Aécio Neves, do PSDB, respectivamente]”.

Apoiado pelo governador do Rio, Sérgio Cabral, o ex-deputado Eduardo Paes (PMDB) acredita que a estréia no rádio e na TV também impulsionou seu crescimento na disputa à Prefeitura do Rio.

“Eu fui o último candidato a entrar na eleição. À medida que a eleição vai caminhando, as pessoas vão tendo clareza de quem é quem e de quem está com quem”, disse Paes, que tinha 8% nas pesquisas de julho e avançou para 27%, empatando com o até então líder isolado nas pesquisas, Marcelo Crivella (PRB), que tem 23%, segundo o Ibope.

Para o petista João da Costa, o crescimento nas pesquisas de intenção de voto para prefeito do Recife (PE) veio “antes do previsto” pela campanha.



“A gente esperava o crescimento, mas não tão rápido como veio. [...] Esperávamos que, com 15 dias de guia [programa eleitoral], surtisse efeito e um crescimento maior mais para o final da campanha.”

Concorrendo pela primeira vez à Prefeitura do Recife, ele iniciou a corrida eleitoral em terceiro nas intenções de voto. Na semana passada, quando o programa eleitoral exibiu o depoimento de apoio gravado pelo presidente Lula, as pesquisas já o mostravam na liderança.

No Ceará, a também petista Luizianne Lins, que protagonizou uma das maiores viradas quando se elegeu prefeita de Fortaleza em 2004, avançou mais de 20 pontos desde a estréia da campanha na televisão.

Fotos:
politica1.jpg
politica1.jpg (10.46 KiB) Visto 301 vezes

politica2.jpg
politica2.jpg (10.11 KiB) Visto 302 vezes
 
:roll: