•  
     

Homens e mulheres traem por razões diferentes

trai%C3%A7%C3%A3o_thumb%5B12%5D.jpg
trai%C3%A7%C3%A3o_thumb%5B12%5D.jpg (44.24 KiB) Visto 821 vezes


Como terapeuta é diário meu contato com histórias de traição e desejos de trair, inclusive com conhecidos meus.

As mulheres passaram a trair mais. Comparando estudos realizados no Brasil, Dra. Carmita Abdo, 1991, (USP) com o de Mirian Goldenberg, 2001, (UNFRJ), observamos que o índice de traição masculina é o mesmo, 67%, enquanto que o índice feminino passou de 23% para 47% nesse mesmo período.

Hoje as mulheres sentem-se no direito de trair (como eles) e o fazem por diversos fatores, maioria deles ligados à relação: vontade de experimentar algo novo, poder de seduzir, insatisfação com a vida _____ no casamento ou namoro, decepção, desamor, vingança por ter sido traída... Já os homens traem mais por sentirem atração _____, por circunstâncias favoráveis, companheirismo no sentido de se sentirem apoiados, fortalecidos na masculinidade, autoestima pessoal e _____.

O círculo de convivência ampliado pela vida profissional da mulher também pode ser um fator para o aumento do índice de traição feminina. Mas isso não significa que a mulher trai porque trabalha fora. Isso é pura ilusão! O risco de traição não é minimizado pelo fato da mulher não trabalhar ou fora ou trabalhar junto do marido, pois muitas mulheres nessas condições também traem. Seja com o colega de academia, o personal, o porteiro, o paquera que conheceu no supermercado, na porta da escola dos filhos, no curso que faz, na internet....

Concordo com a ginecologista e terapeuta _____ Glene Rodrigues que: “a maioria dos casamentos não termina por causa de uma traição”. Há também a possibilidade de uma disfunção do sistema familiar, porque existe, sim, uma quebra do vínculo de idealização da relação e da parceria, principalmente por parte da mulher. Essa mulher sofre na maioria das vezes uma desestruturação da sua psique, um misto de ódio, medo, desconfiança e até possibilidade de depressão.

Se essa mulher não foi exposta à humilhação - críticas do parceiro em relação ao corpo, inteligência e desempenho _____ - essa relação pode até ser reconstruída e essa vivência, apesar de difícil, pode mobilizar crescimento, onde a mulher pára de cuidar tanto do outro e passa a cuidar de si mesma, se permitindo crescer.

Com um trabalho conjunto do casal é possível uma reconstrução. Ou seja, passar de uma relação idealizada e romântica, para uma vivência de afeto, tolerância, maturidade e respeito, minimizando egoísmo e mentiras.

Muitas mulheres ainda são acusadas de terem sido as ‘causadoras’ da traição e sentem-se culpadas. “Traição é problema de quem trai, não se trai porque a outra parte fez ou deixou de fazer determinada coisa, porque não foi companheiro (a) ou andava sem desejo _____ ou com outra dificuldade _____’, afirma Glene Rodrigues.

Se a relação não vai bem, é preciso sentar como adultos e buscar ajuda, aconselhamento e terapia. O que não vale é sair traindo e depois responsabilizando o outro de ser o motivador da traição.

As traições podem causar em ambos desenvolvimento de disfunções sexuais, seja por culpa, medo de serem descobertos e autopunição. Alguns quando saem com seus amantes não conseguem ter orgasmo, ereção. E às vezes não acontece o mesmo na relação “oficial”.

Não é o mais comum. Se isso acontece com você, tenha clareza que você mesmo está se reprimindo e julgando sua atitude. Repense se você realmente aprova essa traição.


Fonte: Vya Estelar

http://www2.uol.com.br/vyaestelar/ele_ela_traicao.htm
 
easpoaspoek'