•  
     

Homem processa site casamenteiro

Sean McGinn era visita frequente do site Match.com, que promove encontros entre desconhecidos à procura do parceiro perfeito. Por várias vezes, ficou desiludido pelo facto da sua potencial cara metade não responder às suas abordagens - através do site. Agora vai processar a empresa que gere o site casamenteiro - descobriu que os responsáveis desactivam as contas quando falha o pagamento, mas mantêm os perfis online, que induzem em erros os interessados.

Segundo a "Reteurs", o processo foi apresentado esta semana no tribunal federal de Nova Iorque. A vítima acusa o March.com de "provocar humilhação e desilusão" a alguns membros que se sentem rejeitados quando contactam outros e não recebem qualquer resposta.
O site aberto em 200 tem mais de 100 milhões de membros e oferece serviços em 15 línguas. Para manter a sua conta activa, cada utilizador tem de pagar entre 19.99 e 39.99 dólares por cada seis meses.
"Apesar da vulnerabilidade emocional inerente no processo que conduz a um encontro, com o medo que há de uma rejeição e ansiedade, o Match defrauda os investimentos de tempo, trabalho e emocionais dos utilizadores", sustenta o processo.

Fonte: http://olharparaomundo.blogs.sapo.pt/70984.html