•  
     

Hieronymus Bosch

carrying.jpg
carrying


Este pintor de extrema imaginação criou as suas obras à volta de temas como o espectáculo do pecado, da loucura e da tentação, onde predominam os horrores do inferno. Traduzem, assim, visões fantásticas mas pessimistas sobre o homem e o mundo.
Foi um percursor no seu tempo, pois influenciou vários surrealistas, como Salvador Dalí e Juan Miró, quatro séculos depois! Era pois, um pintor de mentalidade complexa, capaz de invocar de modo impressionante as forças do mal e seres imaginários que a Idade Média tinha criado.
Como podemos ver, a sua Obra, repleta de elementos bizarros e violentos, é própria de um excepcional pensamento visionário.
O que é mais surpreendente em Bosch é que ele, com o seu génio excêntrico e secreto, não só impressionou como também escandalizou, pois as suas imagens monstruosas e sinistras são os seres ocultos que povoam o nosso amor próprio. Ele conseguiu exteriorizar a fealdade interior e é por isso que os seus demónios disformes sustiam uma reacção que ultrapassa a mera curiosidade...
Em "Cristo Levando a Cruz" (em cima) é visível como as figuras se assemelham a autênticas caricaturas, revelando todos os seus pecados e vícios, apenas pelas expressões...

Fonte: http://joanadartes.blog.pt/252900/