•  
     

Google prevê salto de 3 dígitos na receita brasileira em 200

SÃO PAULO (Reuters) - Sem perceber sinais de aproximação de crise, o diretor geral do Google no Brasil, Alex Dias, informou nesta quinta-feira a previsão de que a receita local da companhia cresça "três dígitos" em 2009, mesmo patamar de crescimento registrado neste ano.

"Até como uma questão de sensibilidade com outros mercados a crise nos preocupa, mas o mercado online está em ascensão, em crescimento", disse o executivo em encontro com jornalistas.

Dias, que assumiu o comando da operação brasileira em agosto deste ano, afirmou que, em pesquisas, a companhia apurou "uma mudança no comportamento do usuário, que busca cada vez mais informações".

O modelo de negócios da companhia é calcado em anúncios publicitários online e por isso ela conta com a audiência. Questionado se não teme uma retração nos investimentos em publicidade diante da crise financeira internacional, ainda que a audiência se mantenha elevada, Dias afirmou que "no mundo online, não vejo isso acontecer. Continuamos com projeções bastante otimistas".

Ele afirmou que a companhia espera um crescimento de três dígitos em receita e número de usuários. "Este ano devemos cumprir a mesma linha (de crescimento)", acrescentou sem informar detalhes.

"O mercado continua com crescimento bastante robusto, tanto do lado publicitário como de usuários na Internet", afirmou.

Esta semana, a empresa de pesquisa Ibope//NetRatings informou que o número de pessoas com a acesso à Internet no Brasil no terceiro trimestre cresceu para 43,1 milhões ante 42 milhões nos três meses anteriores.

ÔNIBUS NO MAPA

A companhia reuniu a imprensa nesta quinta-feira para anunciar São Paulo e Belo Horizonte como as duas primeiras cidades fora de Estados Unidos e Europa a ter seu transporte público incluído no serviço Google Maps.

A partir desta quinta-feira, os usuários desses dois municípios poderão, quando consultarem um endereço no serviço, saber quais linhas de ônibus e de metrô cobrem aquela região, onde estão localizados os pontos de parada e quais os horários de circulação dos ônibus.

As informações podem ser acessadas pela Internet e pelo celular, depois de parcerias acertadas entre o Google Brasil e a SPTrans, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e a BHTrans, companhias locais de transporte público.

Segundo Alex Dias, o Google já realiza algumas negociações com outras cidades. "Temos interesse em estender o serviço em nível nacional", afirmou.

A companhia integrou suas plataformas aos sites e informações das parceiras. Por isso, Dias ressaltou que o acordo "não envolveu recursos".

Além das duas capitais, graças ao acordo com a EMTU, o serviço também incluirá informações de transporte público da região metropolitana de São Paulo, Campinas e Baixada Santista.

(Reportagem de Taís Fuoco, Edição de Alberto Alerigi Jr.)

Fonte: http://portalexame.abril.com.br/agencia ... 0016.shtml