•  
     

Google e Twitter enfrentam problemas após morte de Michael J

Buscador confunde buscas por notícias do cantor com ataque malicioso e Twitter dobra atualizações na hora seguinte à confirmação.

O buscador Google e o serviço de microblog Twitter enfrentaram problemas de instabilidade no começo da noite de quinta-feira (25/6), causados pelo volume de buscas e mensagens relacionadas à morte do superstar Michael Jackson.

Milhões de usuários que buscavam o nome de Jackson no Google News encontraram uma página de erro alegando que os termos buscados se assemelhavam muito com "pedidos automatizados de computadores com vírus ou spywares".

O buscador admitiu à BBC que o volume de buscas relacionadas ao cantor eram tão grandes que foi entendida, inicialmente, como um ataque contra o serviço. A instabilidade atingiu seu ápice às 19h15 (horário de Brasília), com os primeiros relatos de sua morte.

O serviço de microblog Twitter também enfrentou problemas similares pelo volume de mensagens curtas publicadas por seus usuários sobre a morte de Jackson.

Segundo dados do serviço de medição Trendrr colhidos pela BBC, mais de 100 mil mensagens relacionadas ao superstar foram publicadas por minuto na noite de quinta.

As buscas eram tantas que o serviço foi obrigado a desabilitar temporariamente a procura por termos dentro do perfil do usuário no meio da madrugada, algo corrigido algum tempo depois.

Primeiro veículo da mídia estabelecida a confirmar a morte de Jackson, o jornal Los Angeles Times afirmou que teve 2,3 milhões de páginas vistas na hora seguinte à publicação da notícia.

Pelo mesmo período, o conteúdo do LATimes duplicou instantaneamente o volume de atualizações no Twitter, afirmou o co-fundador do serviço, Biz Stone, e triplicou a atualização de status no Facebook, confirmou uma porta-voz da rede social.


Fonte: http://idgnow.uol.com.br/internet/2009/ ... l-jackson/