•  
     

'Gears of war 2' leva combate intenso ao Xbox 360

Jogo de tiro é exclusivo para console da Microsoft.
Superprodução falha no roteiro, mas sobrevive em partidas on-line.


Veja-a-ficha-completa-de-'Gears-of-war-2'.jpg
Veja a ficha completa de 'Gears of war 2'


Games não viciam, games não criam assassinos e muito menos fazem com que você deixe de lado obrigações cotidianas como pagar contas (atrasadas), separar lixo para reciclagem (mais ou menos) e dar atenção ao círculo de amizades (intrigas, intrigas). Games, como este "Gears of war 2", ensinam que simulações trágicas de conflitos sangrentos e de proporções jurássicas que terminam em explosões de órgãos internos de alienígenas podem ser algo tão belo quanto uma das clássicas de Beethoven.

Vote: quais os melhores e piores games de 2008?

De genial, porém, "Gears 2" tem quase nada além da música. Continua sendo um jogo de tiro com visão em terceira pessoa, guiado por protagonistas peso-pesado que descarregam toneladas de "chumbo" contra uma raça inimiga. Um segredo aqui, uma frase de efeito ali e... você já viu, leu e jogou isso antes. A diferença é o peso disso tudo.

Você nunca passou por uma guerra antes com uma intensidade tão envolvente, momentos tão marcantes e diálogos bem humorados. A preocupação com detalhes deixou de ser um aspecto técnico e jogou a favor do todo: trilha sonora, visual, ambientação e "diálogo" com o jogador fazem do game uma experiência inesquecível. "Arte interativa", para alguns, "joguinho de tiro", para outros.

Veja-a-ficha-completa-de-'Gears-of-war-2'.jpg
Aproveite: esse cenário é uma das duas visões otimistas em 'Gears 2'


"Gears 2" aprimora diversos aspectos do jogo anterior, acrescenta opções de partidas multiplayer e, se ainda tem uma história pouco lapidada, ao menos dá motivos de sobra para você comprar um Xbox 360 ou ficar feliz de já ter um.

Velha nova guerra

O personagem principal ainda é Marcus Fenix, líder do esquadrão Delta, que luta contra os Locust pelo domínio de territórios e a posse de energia - em falta no futuro tradicionalmente caótico. Ao lado dele estão os já conhecidos Cole (ex- jogador de futebol americano), Baird (rebelde piadista) e Dom (em busca de Maria), e novos camaradas como Tai e Dizzy.

Marcus, à esquerda, tem a ajuda de 'irmãos' como Dom, à direita-Cole-e-Baird-do-Esquadrão-Delta-acredite.jpg
Marcus, à esquerda, tem a ajuda de 'irmãos' como Dom, à direita, Cole e Baird, do Esquadrão Delta - acredite


Dessa vez, porém, os inimigos estão em maior número - maioria esmagadora - e a humanidade se resume a poucos focos de resistência, como a cidade de Jacinto. A missão é partir para o ataque, visitando pela primeira vez o desconhecido universo Locust. Prepare-se, então, para surpresas interessantes, além de novas criaturas e cenários incríveis que nem davam sinal de vida no primeiro jogo.



A "jogabilidade", elemento difícil de ser explicado, mas fácil de ser compreendido ao testar um game, continua sem muitas alterações. Você é obrigado a buscar cobertura pelo cenário, mudar de armas rapidamente e ainda encontra tempo para as firulas. Além de usar a serra do rifle Lancer para dividir inimigos ao meio, você pode usá-los como escudo e até executá-los de diferentes maneiras quando estiverem machucados.

Superprodução e edição limitada

A edição limitada de "Gears 2" vendida no Brasil inclui um disco extra com vídeos, imagens e a trilha sonora, um livro de ilustrações com a apresentação do jogo e um código para download de conteúdo extra.

Os vídeos mostram os trailers que antecederam o lançamento, cenas de bastidores com produtores e dubladores e entrevistas com os principais diretores, como Cliff Bleszinski. Também é possível acompanhar resumos do processo criativo de personagens, cenários e até as armas do jogo.

Conheça Skorge, criatura de comportamento-delicado-sem-muitos-amigos-entre-os-humanos.jpg
Conheça Skorge, criatura de comportamento delicado, sem muitos amigos entre os humanos


Mas o "limitada" do nome pode adquirir outros sentidos. O disco extra, por exemplo, só pode ser acessado pelo Xbox 360, e não em qualquer aparelho de DVD. O código que acompanha a edição e daria acesso a novos itens via download não funcionou em alguns casos, como no teste feito pelo G1 e no relato de outros jogadores. O G1 entrou em contato com a Microsoft, e aguarda resposta sobre o assunto.

Quase em linha reta

Apesar de algumas surpresas na história, o roteiro de "Gears 2" não chega perto de referências recentes como "BioShock" e "Metal gear solid 4". O clima de blockbuster, com heróis "bombados", frases de efeito e linearidade, domina. O encerramento repentino, sem muitas explicações, deixa claro que "Gears 3" está a caminho - e tomara que traga respostas.

Dupla de 'Grenadiers' ataca durante-round-do-'Horde'-novo-modo-de-disputa-on-line.jpg
Dupla de 'Grenadiers' ataca durante round do 'Horde', novo modo de disputa on-line


Mas nas partidas on-line, "Gears 2" oferece matéria-prima para dezenas de horas de novas aventuras. As opções do jogo anterior foram mantidas, e entre as novidades destaca-se o modo "Horde". Você se junta a até quatro jogadores, escolhe um cenário e passa a enfrentar ondas de inimigos. Elas começam sem oferecer muita dificuldade, mas vão ficando maiores e mais difíceis. Se você sobreviver às 50 "seções" de carnificina, parabéns.

Clássico certo

Quando "Gears of war" foi lançado em 2006, acompanhando a estréia do Xbox 360 no mercado brasileiro, parte do mundo parou: o jogo foi sucesso de vendas, transformou as partidas on-line pela rede Xbox Live e mostrou que fazia sentido uma empresa como a Microsoft colocar mais memória em seu videogame para poder suportar tudo que a produtora Epic queria reproduzir no "joguinho de tiro".

Céu nublado, com tempestades ocasionais e aparições repentinas de manadas de Brumaks, monstro grande-demais-para-caber-em-qualquer-cadeia-alimentar.jpg
Céu nublado, com tempestades ocasionais e aparições repentinas de manadas de Brumaks, monstro grande demais para caber em qualquer cadeia alimentar


"Gears 2" não revoluciona, mas aprimora o universo do planeta Sera, amplia os horizontes dos jogos de ação e tiro e escreve seu nome, sem muita sutileza, na lista de jogos obrigatórios para o Xbox 360.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Games/0,,M ... +XBOX.html